Alagoas

Fiocruz já tem resultado de 25 exames de H1N1 em pacientes de Alagoas

Outros dois casos ainda são analisados em laboratório; laudos já foram encaminhados ao Estado

08/04/16 - 07h46 - Atualizado em 08/04/16 - 07h57

O Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) informou ao TNH1, por e-mail, no final dessa quinta-feira (7), que das 27 amostras com suspeita de vírus Influenza A, subtipo H1N1, que recebeu do Estado de Alagoas, 25 já foram processadas.

Os laudos, segundo a Fiocruz, foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Estado de Alagoas (Lacen).

A confirmação sobre os casos suspeitos de H1N1 é uma cobrança da população alagoana, que teme um surto da doença. Durante toda a quinta-feira, a grande procura pela imunização contra o vírus em uma clínica de Maceió mostrou que os moradores da Capital estão assustados com o risco de contágio.

A Secretaria de Estado da Saúde, porém, informou que ainda não teve acesso aos laudos. Por isso, o balanço feito pela Sesau ainda não apresenta nenhum caso confirmado e apenas três descartados. Veja panorama divulgado nessa quinta:

PANORAMA DOS CASOS H1N1 EM ALAGOAS

(De 1º/01/16 até 07/04/2016)

SUSPEITOS (NOTIFICADOS) – 24 CASOS

DESCARTADOS – 03 CASOS

SOB INVESTIGAÇÃO – 21 CASOS – SENDO QUATRO ÓBITOS - aguardando resultado dos exames que estão sendo realizados pela Fiocruz, no RJ

As amostras examinadas pela Fiocruz foram enviadas pelo Estado desde o mês de janeiro deste ano. Outras duas foram recebidas no dia 28 de março de 2016 e estão em análise pelo Serviço de Referência Nacional em Influenza junto ao Ministério da Saúde.

O prazo para emissão dos laudos, conforme a Fiocruz, é de 10 dias corridos a partir da data de recebimento.