Alagoas

Fiscalização da Casal flagra 22 religações clandestinas de água em casas, pousada e salão de beleza de Maragogi

TNH1 com Assessoria Casal | 07/01/22 - 12h41 - Atualizado em 07/01/22 - 13h52
Casal

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) conduziu ações de fiscalização na rede de água de um total de 123 imóveis no município de Maragogi, situado no litoral norte do estado. O objetivo da inciativa foi o de verificar a regularidade de edificações que tiveram as ligações cortadas por motivo de solicitação ou inadimplência.

Por meio do trabalho, que ocorreu nos dias 10, 23 e 30 de dezembro, foram flagradas 22 religações clandestinas de água, então devidamente desfeitas e autuadas. Segundo a assessoria de comunicação da Casal, os flagrantes foram feitos em residências, em uma pousada, um salão de beleza e em um laboratório.

De acordo com a supervisora de Arrecadação, Cobrança e Combate a Fraudes da Unidade de Negócio Lesta da Casal, Sandrielly Marques, “trabalhos de fiscalização periódica são imprescindíveis para coibir o furto e desvio de água, práticas que prejudicam inclusive o abastecimento do município”.

Ela frisou também que fazer ligações clandestinas ou qualquer procedimento para que a água fornecida pela Companhia flua sem passar pelo hidrômetro é crime tipificado no artigo 155 do Código Penal Brasileiro.

A Casal conta com a colaboração dos moradores para que denunciem quaisquer irregularidades no consumo de água, tendo em vista que o uso clandestino do líquido prejudica quem está em situação regular e pode causar deficiência no abastecimento da cidade. Denúncias podem ser feitas por meio do Call Center 0800 082 0195, no período das 7h às 20h. Quem preferir também pode manter contato com a Companhia por mensagem de texto pelo Whatsapp 9 8139-9892.