Maceió

Fiscalização recolhe cerca de 200 kg de alimentos impróprios para consumo no Jacintinho

TNH1 com Secom Maceió | 06/09/21 - 10h29 - Atualizado em 06/09/21 - 10h37
Ascom SMS

Após recolher mais de 500 quilos de carnes estragadas no Mercado da Produção, no último sábado (04), a Vigilância Sanitária de Maceió retornou com ações educativas e de fiscalização, e apreendeu cerca de 200 quilos de alimentos impróprios para consumo humano em estabelecimentos do Jacintinho, nesse domingo (05).

Entre os produtos recolhidos por oferecer riscos à saúde dos consumidores, foram encontradas carnes bovina e de frango, além de calabresa, linguiça e salsicha, entre outros produtos em condições sanitárias inadequadas.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos, orienta a população a atentar sempre para as condições dos alimentos que consome e alerta os comerciantes para se adequar, mantendo os produtos em condições adequadas de armazenamento e conservação.

“O consumo de alimentos vencidos ou estragados expõe a saúde da população a riscos. O papel da Vigilância é orientar para a proteção dos maceioenses e eliminar os riscos, recolhendo os produtos inadequados e minimizando os prejuízos à saúde pública”, afirma.

Os produtos recolhidos foram descartados no Aterro Sanitário e os estabelecimentos que tiveram as mercadorias apreendidas neste sábado foram notificados, autuados e multados em valores que variam de R$ 180 a R$ 19 mil, conforma a gravidade das infrações cometidas.

Selo “Pode comprar aqui”

O selo “Pode comprar aqui” é uma iniciativa da Vigilância Sanitária de Maceió que premia estabelecimentos que estão de acordo com o Código Sanitário e com os protocolos de segurança contra a Covid-19, garantindo maior segurança aos consumidores.

Para solicitar o selo, o comerciante pode ligar para o telefone 82 3312-5496 e pedir para falar com o setor de alimentos. A visita é agendada e, se oferecer todas as condições estabelecidas pelo Município, o estabelecimento já pode receber o adesivo.

“O selo dá ao comerciante a garantia de que a Visa esteve lá, realizou a fiscalização e atestou que está tudo dentro dos padrões. Consequentemente, mostra ao consumidor que aquele comércio oferece um bom serviço e um bom produto”, afirma o coordenador.

Disque denúncia

A Vigilância Sanitária realiza operações regulares e a população também pode contribuir com o trabalho de fiscalização dos estabelecimentos comerciais. Para isso, o órgão dispõe do Disque Denúncia, que funciona por meio do número 3312-5495. Pelo telefone, é possível solicitar a inspeção dos estabelecimentos que apresentem irregularidades sanitárias no município.