Brasil

Gêmeos de 21 anos morrem afogados no Rio de Janeiro; Flamengo fará homenagem

Folhapress | 06/01/21 - 09h41 - Atualizado em 06/01/21 - 11h38
Reprodução

Os irmãos Diego e Diogo Lima, 21, morreram afogados na noite desta terça-feira (5) na praia do Arpoador, na zona sul do Rio de Janeiro. Os dois estavam acompanhados de duas amigas e decidiram dar um mergulho devido ao calor que faz na cidade nesta época do ano.

Os gêmeos, torcedores fanáticos do Flamengo, receberão uma homenagem do time em jogo nesta quinta-feira (7) contra o Fluminense, pelo campeonato Brasileiro.

Segundo testemunhas, Diogo foi o primeiro a entrar no mar e começou a se afogar. Em seguida, Diego foi tentar ajudar, mas eles acabaram sendo arrastados pela correnteza.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os militares foram acionados por volta das 22h20 e resgataram as vítimas em grau 6 –ou seja, parada cardiorrespiratória e afogamento. Os Bombeiros tentaram reanimá-los, mas eles não resistiram. Os enterros estão marcados para esta quinta.

O melhor amigo de infância dos irmãos, Guilherme Medeiros, 22, lamentou a morte de Diego e Diogo e disse que os dois eram muito unidos.

"Um fazia Direito e o outro Pedagogia, estavam no último período da faculdade. O sonho deles era ser da Polícia Civil. Eles eram muito amados por todos, estavam sempre sorrindo. Eram muito grudados. Passavam perrengues juntos, compraram um carro novo juntos mês passado, eles trabalhavam juntos em uma loja de material de construção aqui em Duque de Caxias [município da Baixada Fluminense onde ambos moravam]. Eles tinham outros dois irmãos. A mãe e o pai estão desolados. Não querem falar com mais ninguém, estão sem chão", disse Guilherme.

Após a morte dos irmãos, Guilherme Medeiros publicou nas redes sociais um pedido para que o Flamengo, time dos gêmeos, realizasse um minuto de silêncio na partida desta quinta contra o Fluminense, no Maracanã, pelo campeonato Brasileiro. A publicação já teve mais de 30 mil curtidas e mais de 8 mil compartilhamentos.

A reportagem procurou a assessoria do clube que confirmou que o time carioca prestará esse reconhecimento aos dois. "Eles eram totalmente apaixonados pelo Flamengo. Os dois eram goleiros, agarravam muito! Ambos eram fãs do Diego Alves [goleiro do Flamengo]", finalizou o amigo.