Política

Giacobo critica desmoralização da política e fala em resgate do Parlamento

13/07/16 - 19h42 - Atualizado em 13/07/16 - 19h43
Agência Câmara

Candidato à presidência da Câmara, o deputado Giacobo (PR-PR) fez questão de destacar em seu discurso que, desde maio deste ano, assumiu o comando das votações em Plenário. Ele é o atual 2º vice-presidente da Câmara e conduziu grande parte das sessões depois do afastamento de Eduardo Cunha.

“Agradeço a todos pelo apoio que recebi desde maio, quando dirigi grande parte das sessões nas quais votamos importantíssimas matérias. Não fosse a vontade de servir ao País de todos os pares, não teríamos avançado tanto”, afirmou.

Ele também criticou a desmoralização da política e destacou que a maioria dos parlamentares trabalha muito no Plenário, nas comissões e outras esferas de atuação da Câmara dos Deputados.

“Todas as mazelas do País são deliberadas vezes jogadas com exclusividade nos ombros deste poder. Quem conhece esta Casa, seu Plenário, suas comissões, conhece o trabalho competente dos parlamentares. A maioria dos que aqui estão, independentemente de convicções, são homens e mulheres que trabalham com seriedade e patriotismo”, comentou.

Giacobo disse ainda que o Plenário, com o voto desta noite, tem a missão de aliviar a instabilidade que marcou os últimos meses da Câmara. “Temos que afirmar em todos os momentos, de forma contundente e, em especial nos próximos sete meses, as clarezas e prerrogativas deste poder”, enfatizou.

Perfil
Empresário do ramo de móveis e eletrodomésticos, o deputado também é ligado à bancada do agronegócio e foi presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural. Ele está em quarto mandato na Câmara.