Polícia

Grupo de detentos teria serrado grades e passado por telas de arame para fugir de presídio em AL

TNH1 | 01/08/22 - 09h40
Arquivo/Jorge Santos

Os doze detentos que fugiram do Presídio do Agreste, no município de Girau do Ponciano, violaram as grades da cela com serras e depois passaram por duas áreas de telas com arame farpado no complexo de segurança. As informações foram passadas ao TNH1 pelo presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Estado de Alagoas (Sinasppen), Victor Leite. A fuga foi registrada nesse domingo, 31, e ninguém foi recapturado até a manhã desta segunda, 1º.

Ainda não há informações se a fuga foi registrada pelas câmeras do sistema de monitoramento da unidade. "Não sabemos exatamente quais instrumentos foram usados para o rompimento da grade e se eles foram deixados para trás. Mas, como tomamos conhecimento de que as grades foram encontradas serradas, então acredito que ao menos serras foram utilizadas. Depois eles passaram por duas telas, com arame, navalhadas, e aí deixaram o presídio. A unidade conta com 100 câmeras.", contou.

Cerca de 20 policiais penais foram enviados para o Agreste para o trabalho das buscas. A Polícia Civil e a Polícia Militar também atuam para encontrar os fugitivos. "Até o momento, não houve recaptura de nenhum deles", acrescentou Victor Leite.

A Secretaria de Estado de Ressocialização de Inclusão Social (Seris) informou que os esforços estão concentrados na recaptura dos reeducandos e não há dados oficiais sobre a dinâmica da fuga, nem sobre o que foi utilizado pelo grupo. Um procedimento interno deve ser aberto posteriormente para investigar as circunstâncias que os detentos deixaram o presídio.

Leia a nota da Seris:

Um grupo de presos fugiu do Presídio do Agreste, neste domingo.

O grupo é comporto pelos seguintes presos: Lucival da Conceição Bezerra Lima, Luan Alberto Araújo Ferreira, José Sebastião Vicente da Silva, José Rendrikson Barbosa Vilar, José de Lima Martins, João Paulo Santos Silva, Jaelson Cândido da Silva, Henrique Alvino dos Santos, Ewerton Soares Cordeiro, Claudemir da Silva, Alison Miranda da Silva, Adilton Franca da Silva

As forças de segurança estão mobilizadas para capturar os fugitivos.

Da parte da Polícia Militar, uma aeronave está mobilizada para empreender as buscas com a abrangência que permite o uso do espaço aéreo.

E grupamentos da Polícia Penal de Alagoas (PP/AL) foram deslocados de Maceió para dar reforço nas buscas e demais diligências visando à recaptura dos presos.

Fugitivos são envolvidos com homicídio, tráfico de drogas e outros crimes -  Os doze reeducandos que escaparam do Presídio do Agreste teriam envolvimento com facções criminosas, porém a informação não foi confirmada pela Seris. Seis deles cumpriam pena por homicídio, enquanto os outros seis têm ligação com tráfico de drogas, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

Os nomes dos detentos foram divulgados. São eles: Lucival da Conceição Bezerra Lima, Luan Alberto Araújo Ferreira, José Sebastião Vicente da Silva, José Rendrikson Barbosa Vilar, José de Lima Martins, João Paulo Santos Silva, Jaelson Cândido da Silva, Henrique Alvino dos Santos, Ewerton Soares Cordeiro, Claudemir da Silva, Alison Miranda da Silva, e Adilton Franca da Silva.