Saúde

H1N1: SMS anuncia calendário e locais de vacinação em Maceió

Vacinação começa na próxima segunda-feira (25), a partir das 8h

21/04/16 - 17h24 - Atualizado em 25/04/16 - 10h46
EBC


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inicia na próxima segunda-feira (25), a partir das 8h, a vacinação contra o vírus da gripe H1N1 nas unidades de saúde da capital, com exceção das que estão passando por reforma.  

A Coordenação do Programa de Imunização informa que está lotando profissionais extras nos postos de maior demanda, e ressalta que pode haver redução de atendimento em algumas unidades por conta da greve dos servidores.

Leia mais: H1N1; não é preciso pânico, diz Dr. Dráuzio Varella

Além das unidades de saúde, a vacinação vai acontecer nos maiores shoppings da capital e em supermercados, conforme quadro abaixo:


LOCAL DE VACINAÇÃOHORÁRIO DE FUNCIONAMENTO SEGUNDO A SEXTA (25/04 a 20/05/2016)HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

SÁBADO

(30/04 e 14/05/2016)

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

DOMINGO

 (01, 08 e 15/05/2016)

Supermercado Super Giro (Trapiche)08 às 20h08 às 20h09 às 15h
Maceió Shopping09 às 21h10 às 22h14 às 20h
Supermercado G Barbosa (Cruz das Almas) 

08 às 20h

 

08 às 20h

 

09 às 15h

Parque Shopping————————-10 às 22h14 às 20h
Hiper Bompreço Gruta09 às 21h09 às 21h08 às 20h
Shopping Pátio09 às 21h10 às 22h14 às 20h


A campanha Nacional de Vacinação contra Influenza para este ano será realizada com definição de grupos prioritários.  Todas as crianças de seis meses a menores de cinco anos que receberam uma ou duas doses da vacina influenza sazonal em 2015, devem receber uma dose em 2016. Também deve ser considerado o esquema de duas doses para as crianças de seis meses as menores de nove anos de idade que serão vacinadas pela primeira vez, devendo-se agendar a segunda dose para 30 dias após a 1ª.

Todas as gestantes em qualquer idade gestacional estão dentro do grupo prioritário. Mulheres no período até 45 dias após o parto estão incluídas no grupo alvo da vacinação. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período da vacinação.

Trabalhador da área de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade também têm de ser imunizados. A vacinação para essas pessoas já aconteceu durante a última semana.

Indivíduos com 60 anos ou mais deverão receber a vacina. Povos indígenas a partir de seis meses de idade também devem ser imunizados.


H1N1

Portadores de doenças crônicas

Devem ser vacinadas pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente de idade, conforme determinação do Ministério da Saúde. Essa população precisa levar um atestado do médico expondo à sua situação que deverá ficar de posse do vacinador para anexar o relatório diário entregue à SMS.

Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Caso no local do atendimento onde são atendidos regularmente não tenha um posto de vacinação, devem buscar a prescrição médica na próxima consulta onde estiver agendada, visando garantir esse documento. Pacientes que são atendidos na rede privada ou conveniada, também devem buscar a prescrição médica e apresentá-la nos postos de vacinação.

Para maiores informações ligar 3315-5221 – Coordenação do Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria Municipal de Saúde, de segunda a sexta, no horário das 8 às 15h.