Futebol

Herói contra o Juventude, Hugo Cabral teve que deixar concentração devido à cirurgia da filha

04/08/18 - 16h29 - Atualizado em 04/08/18 - 16h31
Thiago Parmalat/Ascom CSA

Autor do único gol do CSA na vitória contra o Juventude nesta sexta-feira (03), o atacante Hugo Cabral foi o principal nome da partida. Bastante criticado pela torcida até o momento, o jogador foi às lágrimas depois de marcar, e saiu de campo aplaudido, sendo muito elogiado pelo treinador marujo.

Marcelo Cabo fez questão de contar os bastidores da partida, que foram de muita apreensão para o atacante. “O Hugo, hoje [sexta], saiu da concentração às 5h30 da manhã porque a filha dele passou por uma cirurgia, e retornou ao hotel uma hora da tarde. E eu deixei ele à vontade para saber se ele estava bem para jogar, e ele falou pra mim que iria jogar, e que hoje ia ser um dia diferente na vida dele”, contou o técnico na coletiva pós-jogo.

Para Cabo, a experiência vivida pelo jogador com a filha mexeu com o jogador. O treinador falou ainda sobre a pressão vivida por Hugo, que ainda não havia marcado com a camisa do Azulão. “Às vezes, pela paixão, a gente comete injustiças com alguns profissionais. O Hugo é pai de família, trabalha sério, é bicampeão brasileiro da Série B, se dedica todos os dias ao trabalho, e hoje foi agraciado com o gol da vitória”, ponderou.

Ainda de acordo com o comandante marujo, o atacante fez questão de homenagear a própria torcida, ao fim da partida. “Depois do jogo, ele falou comigo e disse: ‘dedica esse gol à torcida, porque o combustível que eu tirei [para jogar] foi daquelas vaias. Tirei mais motivação para que eu pudesse agraciar eles [torcedores] com esse gol”, finalizou.