Polícia

HGE confirma morte de suspeito de tentativa de sequestro de empresário

Redação TNH1 | 16/07/19 - 16h44 - Atualizado em 16/07/19 - 16h55
Agência Alagoas

O Hospital Geral do Estado (HGE) confirmou, nesta terça-feira (16), a morte de Victor Hugo da Silva, 22 anos, que estava internado em estado gravíssimo na unidade desde o último sábado (13), após ter sido baleado na cabeça durante uma perseguição policial em Maceió.

A assessoria do hospital informou que o jovem teve morte encefálica na última segunda-feira, mas devido a um protocolo do HGE, a informação foi repassada à imprensa apenas hoje, quando familiares já estavam sabendo do óbito.

Ainda segundo a unidade, o coração de Victor Hugo parou de funcionar na tarde desta terça e o corpo deve ser encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos cabíveis nas próximas horas.

Segundo a polícia, Victor Hugo teria participado do sequestro relâmpago do empresário Marcelo Costa Torres, na tarde de sábado. Ele ficou ferido, e um outro envolvido, identificado como Willames Yago da Silva, 18 anos, acabou preso.

Além da dupla, outros dois suspeitos já foram identificados, mas seguem foragidos. O TNH1 entrou em contato com o delegado Thiago Prado, responsável pelas investigações do crime, e foi informado que a polícia segue em diligências, mas não entrou em detalhes.

O sequestro

O empresário foi abordado por um grupo de homens armados e sequestrado em seu próprio carro, na tarde de sábado (13), no bairro do Farol, enquanto ia buscar a esposa numa faculdade particular que fica na região. Um vídeo mostra quando um dos suspeitos cai na rua, na frente do veículo, obrigando o condutor a parar.

De acordo com a polícia, os bandidos abasteceram o carro e saíram sem pagar, e ainda teriam praticado assaltos até serem localizados, perseguidos, e trocarem tiros com os agentes, na Avenida Josepha de Mello, bairro de Cruz das Almas.