Polícia

Homem com surto psiquiátrico ameaça parentes, atira contra PMs e é baleado

Redação TNH1 | 06/07/20 - 07h02 - Atualizado em 06/07/20 - 07h26
Divulgação

Um homem de 33 anos, com problemas mentais, atirou contra policiais e acabou baleado depois do revide dos agentes nesse domingo (05), numa casa na Rua Vicente Ferreira de Farias, em Lagoa da Canoa, município do Agreste alagoano. Armado, ele ameaçava familiares dentro do imóvel.

Segundo a Polícia Militar, o paciente psiquiátrico foi encontrado com uma pistola dentro da residência onde mora e aterrorizava os parentes com frases como: "De hoje não passa, estou para matar ou morrer".

Ao perceber a presença dos militares, o homem atirou em direção à porta da casa, mas não acertou nenhum policial. Nesse momento, os PMs iniciaram conversas para acalmá-lo e fazer com que ele largasse a arma. Porém, o homem voltou a atirar contra as guarnições.

Os policiais, então, revidaram e o homem foi atingido por tiro. Ele foi prontamente socorrido e levado para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, onde recebeu cuidados médicos.

A pistola, de calibre 7.65 e de fabricação estrangeira, foi apreendida, assim como dois carregadores dela, seis munições deflagradas de calibre 38, três munições deflagradas e duas intactas, de calibre 32, e duas foices. O material recolhido foi deixado na delegacia para os procedimentos necessários.

Guarnições do Batalhão de Radiopatrulha e do 3º Batalhão participaram da ação para deter o homem. O Corpo de Bombeiros também foi acionado.