Maceió

IMA autua e interdita terminal de combustíveis no Porto de Maceió

A equipe de fiscalização autuou a Transpetro por lançamento de efluentes e interditou local que funcionava sem licença ambiental de operação

Assessoria | 21/08/19 - 17h11
Divulgação/Ascom IMA

A equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) retornou, nessa quarta-feira (21), ao Porto de Maceió para verificar denúncias de descarte irregular de resíduos. Houve ainda a entrega de multas para a Transpetro por lançamento de efluentes e a interdição de um terminal por falta de licença ambiental.

Após a divulgação de imagens, na terça-feira (20), com um possível descarte de resíduos na região, a equipe de Gerenciamento Costeiro do IMA/AL esteve no local. Entretanto, devido as condições da maré não foi possível fazer coleta de amostras no mesmo dia da denúncia. Mas, a equipe retornou para novas averiguações e não foram encontrados vestígios de novos lançamentos.

No mesmo local, em junho desse ano, o Instituto recebeu uma denúncia sobre a presença de espumas e um líquido estranho. Após a coleta, análises e avaliação de um relatório apresentado pela Petrobrás verificou-se que se tratava de material biodegradável resultante de um treinamento e que teria escorrido por uma galeria de águas pluviais.

Segundo informações do Gerenciamento Costeiro, por causa desse ocorrido, nessa quarta-feira (21), a Transpetro, responsável pela infração, recebeu um auto no valor de R$ 100 mil, por poluição e descaracterização da praia.

O Terminal de Granéis Líquidos da Transpetro, por onde entra e é armazenado combustíveis que abastecem a maioria dos postos de Maceió, foi autuado em pouco mais de R$ 12 mil. Além disso, o local também foi interditado por funcionar de modo irregular, sem licença ambiental de operação. O documento fundamental para o funcionamento está vencido e não foi renovado por pendências na apresentação de documentos por parte da empresa.

"