Polícia

Italiano é preso após assassinar marido de advogada na porta de fórum; veja vídeo

Teresa Cristina | 09/03/21 - 18h07 - Atualizado em 09/03/21 - 19h42

O marido de uma advogada, baleado na tarde desta terça-feira (09), em frente ao Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, no Barro Duro, morreu antes de chegar ao Hospital Geral do Estado (HGE), para onde havia sido socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). José Benedito Alves de Carvalho foi atingido no tórax por disparos de arma de fogo de calibre 32 efetuados pelo italiano Pasquale Palmeri, preso logo após o crime. 

De acordo com a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Alagoas, o italiano foi ao Fórum para participar de uma audiência na 22ª Vara Cível da Capital - Família sobre um processo de divórcio, que estava marcado para as 17h30. Antes disso, ele atirou na vítima após uma discussão na porta do fórum (veja a nota do TJ no final da matéria).

Palmeri foi preso pela Polícia Judiciária, que acionou os militares do Batalhão de Eventos. Ele foi conduzido à Central de Flagrantes, no bairro do Farol. 

A ata da audiência relatou o ocorrido: "Na data acima indicada, nesta cidade de Maceió, Capital do Estado de Alagoas, no Edifício do Forum da Capital, na sala de audiências da 22ª Vara Cível/Família, na presença da sua juíza titular, Dra. Ana Florinda Mendonça da Silva Dantas, compareceu à audiência de Conciliação apenas o advogado do executado. Uma vez declarada aberta a audiência, foi noticiado que o executado atirou no esposo da advogada da exequente na porta deste fórum momentos antes desta audiência, não sabendo se a vítima veio a falecer, o que prejudicou a realização desta audiência".

José Benedito era casado com a advogada Maricélia Schlemper.



Nota da OAB

"A OAB Alagoas informa que a vítima de disparos de arma de fogo em frente ao Fórum do Barro Duro, na tarde desta terça-feira (9), é bacharel em Direito e esposo de uma advogada que estava no local para participar de uma audiência. Ainda não há informações acerca de detalhes do ocorrido e do estado de saúde da vítima. A Ordem salienta que o episódio de violência ocorrido durante o exercício profissional da advocacia é um atentado contra a democracia e ao Sistema de Justiça. O presidente da OAB-AL, Nivaldo Barbosa Jr., e a Diretoria de Prerrogativas estão acompanhando o caso. A Ordem se mantém vigilante na defesa dos direitos e na preservação da integridade da advocacia e da sociedade".

Nota do TJ

"Sobre o incidente ocorrido hoje (9), no Fórum da Capital, informamos que o italiano Pasquale Palmeri tinha uma audiência de conciliação, marcada para às 17h30, na 22ª Vara Cível da Capital - Família. Tratava-se de um processo de divórcio, que corre em segredo de justiça. Os tiros foram disparados no estacionamento do Fórum da Capital, após desentedimento do italiano com as advogadas do processo. A vítima, que seria marido de uma das advogadas, foi socorrida pelo SAMU e o acusado preso pela Guarda Judiciária".