Polícia

Kleber Malaquias: polícia já ouviu testemunhas e requisitou perícias na investigação da morte de empresário

Eberth Lins | 05/08/20 - 10h45 - Atualizado em 05/08/20 - 11h27
Empresário foi morto enquanto comemorava aniversário | Foto: Reprodução / Rede Social

Na manhã desta quarta-feira (05), o coordenador da Divisão Especial de Investigações Criminais (Deic), delegado Gustavo Henrique, afirmou que testemunhas já foram ouvidas no inquérito que investiga a a morte do empresário Kleber Malaquias, em Rio Largo, assassinado no último dia 15 de julho. 

De acordo com o delegado, a polícia tambem apreendeu materiais e requisitou perícias. 

"Esse é um tipo de investigação que se falarmos qualquer detalhe pode atrapalhar. O que posso dizer é que inúmeras diligências foram e continuam sendo feitas. Há algumas linhas de investigação e obviamente não estamos descartando nenhuma. Só iremos descartar algo a medida que as provas forem dizendo o contrário", informou Henrique ao TNH1.

Kleber Malaquias foi assassinado no último dia 15 e o corpo foi encontrado dentro do banheiro de um bar no município de Rio Largo, região metropolitana de Maceió.  Ele teria chegado ao bar momentos antes em companhia de um desconhecido para a comemoração do seu aniversário. 

Além de empresário, Malaquias atuava como uma liderança em Rio Largo e ficou conhecido por diversas denúncias feitas à imprensa e a órgãos públicos contra prefeitos e integrantes do Poder Judiciário. 

Em setembro de 2019, ele registrou boletim de ocorrência dizendo que foi vítima de  sequestro e tortura.

A morte do empresário está sendo investigada por uma comissão formada pelos delegados Gustavo Henrique e José Carlos André dos Santos, da Deic, e Lucimério Campos, da Delegacia de Homicídios de Rio Largo. Desde o último dia 23, a Polícia Federal também está atuando no caso.