Alagoas

Laboratório prestava serviço de refino de cocaína em Alagoas

25/11/15 - 11h24

Seis quilos de cocaína foram apreendidos na operação (Crédito: Assessoria PF)

Seis quilos de cocaína foram apreendidos na operação (Crédito: Assessoria PF)

Um imóvel utilizado como laboratório de refino de cocaína e crack foi encontrado pelas polícias Federal e Militar, na cidade de Arapiraca, durante uma operação nessa quarta-feira (24). Investigações revelaram que o laboratório era utilizado por várias quadrilhas de todo o Estado para transformar a pasta-base em crack e cocaína, mediante o pagamento dos serviços às pessoas que detinham o conhecimento do processo químico. Era uma espécie de terceirização do serviço.

É o segundo laboratório dessa espécie que é desativado em Alagoas. O primeiro foi no bairro do Graciliano Ramos, em Maceió/AL, no carnaval de 2008.

A operação foi realizada por uma força-tarefa composta pela Polícia Federal e Polícia Militar de Alagoas. Seis pessoas foram presas em flagrante delito, sendo três homens e três mulheres. Os nomes não foram revelados.

Foram apreendidos seis quilos de cocaína, uma porção de maconha, mais de R$ 10 mil reais em cédulas de valores menores, duas motos, uma prensa hidráulica grande, duas balanças de precisão.

Os presos foram indiciados por crimes previstos nos arts. 33, 34 e 35, da Lei 11343/06 que dizem respeito aos crimes de tráfico de drogas, à fabricação de substância entorpecente e seus maquinários e, por fim, à associação para o tráfico de drogas, respectivamente. As investigações continuam a partir do inquérito policial instaurado para apurar outras ações deste grupo.

Eles foram submetidos a exame de corpo de delito e serão encaminhados para o Complexo Prisional de Alagoas em Maceió onde permanecerão à disposição da Justiça.



Fonte: Com assessoria PF