Futebol

Lesões e indefinição por camisa 9 atormentam Canindé no CSA

09/02/17 - 17h12 - Atualizado em 09/02/17 - 17h17
Pei Fon / Portal TNH1

As derrotas para CRB e Sport pela Copa do Nordeste e Copa do Brasil, respectivamente, deixaram a torcida insatisfeita e ligaram o sinal de alerta no CSA. Os principais problemas apontados são as constantes lesões musculares e a indefinição na vaga de centroavante têm atormentado Oliveira Canindé nas últimas partidas. 

Lesões

O técnico teve problemas para escalar o Azulão contra o Galo e o Leão. Douglas, Didira e Luis Soares, por exemplo, foram desfalques. O zagueiro perdeu o clássico, o meia ficou de fora da Copa do Brasil e o atacante não atuou em nenhuma das duas.  

A situação tem chamado a atenção desde a pré-temporada no início de dezembro. Alex Henrique, Thiago Potiguar, Panda, Rayro, Denílson e Didira tiveram o período de treinamento interrompido por lesões musculares. 

Camisa 9

Outro problema apresentado pelo CSA é a indefinição do centroavante. Campeão da Série C do Campeonato Brasileiro pelo Boa Esporte, Daniel Cruz chegou ao Mutange com status de goleador. Mas para Canindé, o jogador não rende centralizado. O técnico tem escalado Daniel Cruz como meia-direita e Alex Henrique no ataque. Diante de adversários qualificados, como CRB e Sport, o time travou e não rendeu. 

A diretoria precisou ir ao mercado e contratou o experiente atacante Giancarlo. Na derrota para o Leão, na última quarta (8), o jogador entrou no segundo tempo, não foi bem.

"Sinceramente gostaria de ter visto mais do que vi. Muito mais. Não vi. Sinceramente não vi. Foi bom para que todos vissem. Para que todos saibam como estamos e em que pé nos encontramos. Não adianta eu forçar a natureza. Vou em cima do que conheço e em cima daquilo que nós temos. Busquei alternativa para sermos fortes, e infelizmente não fomos fortes, deixamos muito a desejar nas mexidas que foram feitas", analisou Canindé sobre a estreia de Giancarlo.

O setor tem ainda três jogadores para a função de centroavante. O atacante Jeam teve problemas contratuais com o Bahia e só foi regularizado no BID da CBF nesta quinta. Já Luis Ricardo, contratado em dezembro, sequer pegou relação para os amistosos de pré-temporada. Apresentado nesta semana, Jacó também foi regularizado nesta tarde.

O próximo desafio do CSA é contra o Itabaiana neste sábado (11), às 16h (horário de Alagoas), no Estádio Rei Pelé. A partida é válida pela terceira rodada do Grupo D da Copa do Nordeste.