Brasil

Lula pretende se entregar amanhã, após missa para Marisa Letícia

06/04/18 - 19h30
Reprodução

Dois emissários do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negociam com a Polícia Federal os termos de rendição para que o petista seja preso. Ainda não há uma decisão sobre como será o procedimento a ser adotado.

A cúpula da Segurança Pública de São Paulo foi informada por fontes próximas de Lula que o ex-presidente deve permanecer no Sindicato dos Metalúrgicos até o final da missa em homenagem a mulher, Marisa Letícia, que faria 68 anos neste sábado, 7. Após a missa, os advogados informaram aos negociadores que o presidente pretende se entregar em São Paulo. 

A cúpula do PT decidiu organizar uma missa neste sábado, 7, em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva que completaria 68 anos. O ato deve ser realizado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

Marisa morreu em 3 de fevereiro de 2017, vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC) que sofreu no dia 24 de janeiro. Ela foi casada com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por 43 anos e o acompanhou desde o início da trajetória política do sindicalista.

Nesta sexta-feira, 6, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, tuitou. "Amanhã (sábado, 7) dona Marisa faria 68 anos! Não estará celebrando com Lula e sua família. Às 9:30h teremos, no Sindicato dos Metalúrgicos, uma missa em sua homenagem!".