Nordeste

“Majestade” de facção no Ceará é presa ostentando vida de luxo em Gramado

Gcmais | 01/09/21 - 10h10 - Atualizado em 01/09/21 - 10h19
Majestade chefiava uma quadrilha no Ceará | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Valeska Pereira Monteiro, conhecida no mundo do crime como “Majestade”, foi presa em Gramado, no Rio Grande do Sul, pelos agentes da Polícia Civil do Ceará. A mulher de 27 anos é apontada como membro de uma facção criminosa cearense, atuando com controle financeiro e distribuição de áreas de tráfico de drogas. “Majestade” teria viajado até o famoso destino turístico gaúcho para aproveitar as suas “férias” e ostentava uma vida de luxo no local.

A operação foi realizada por agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) do Ceará, que viajaram para o Rio Grande do Sul em busca de capturar a criminosa. A prisão aconteceu na última quinta-feira (26) e foi divulgada em uma coletiva de imprensa nesta terça (31).

“Majestade” estava com um mandado de prisão preventiva em aberto no Ceará. Ela responde por roubo, associação criminosa, crime contra a fé pública e tráfico de drogas. Segundo as investigações da Polícia Civil, ela estava aproveitando as férias em pontos turísticos de Gramado enquanto os membros da facção criminosa travavam embates por disputas territoriais no Ceará.

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas possui um número de WhatsApp para receber denúncias de ações das facções criminosas de todo o Estado. A população pode enviar mensagens de texto, áudios, fotos e vídeos para o número (85) 98969-0182. Também é possível ligar para o 181 ou enviar mensagens pelo WhatsApp (85) 3101-0181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).