Futebol

Marcelo Cabo confirma Niltinho no time e projeta pontuação contra o Avaí

25/07/18 - 16h33 - Atualizado em 25/07/18 - 18h01
Paulo Marcos / Assessoria Atlético-GO

A estadia do CSA em Goiânia foi encerrada no final da manhã desta quarta-feira (25). O Azulão treinou no CT do Atlético-GO ontem e hoje e embarca para Florianópolis no início desta noite. O técnico Marcelo Cabo concedeu entrevista ao término da atividade no campo do Dragão, confirmou Niltinho no time titular e afirmou que o CSA vai em busca da vitória contra o Avaí. 

"Muito motivado. Levamos um ponto importante daqui. O término da rodada nos deixou ainda na vice-liderança. Sabemos que quando você sai para jogar duas partidas seguidas fora é importante não perder, é importante pontuar. Vamos também buscar a vitória lá, sabemos que é muito difícil. O Avaí é muito forte dentro da Ressacada. Mas o importante é a gente tentar pontuar para permanecer até a penúltima rodada no G-4 e dê continuidade ao trabalho que vem executando nesse primeiro turno do Campeonato Brasileiro", disse em entrevista à Rádio CBN Goiânia. 

A boa notícia no ambiente do clube alagoano é a confirmação de Niltinho para o jogo desta sexta-feira. O atacante levou a pior em dividida no começo da partida com o Atlético-GO e precisou ser encaminhado para o Hospital de Urgências de Goiânia. 


Niltinho treinou normalmente nesta quarta (Foto: Paulo Marcos / Assessoria Atlético-GO)

"A gente está muito alegre e feliz. O Niltinho já foi liberado hoje para o treinamento. Treinou normalmente e está confirmado para o jogo. Ficamos muito preocupados com o estado de saúde dele, mas graças a Deus foi só um susto. A lesão foi só muscular. Agradecer também a receptividade do hospital, que nos atendeu muito bem. Contamos com ele. Treinou o treino completo hoje na parte da manhã. Ele está confirmado para o jogo. Daqui de Goiânia não temos nenhuma baixa para o jogo em Florianópolis", comentou. 

O CSA empatou com o Atlético-GO, chegou aos 30 pontos e continuou na vice-liderança da Série B. O Azulão enfrenta o Avaí na sexta (27),  às 19h15, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 18ª rodada da Série B. O Portal TNH1, a TV Pajuçara e a Rádio Pajuçara FM Maceió - 103,7 acompanham a partida. 

Veja outros trechos da entrevista.

Repete o time?

"A tendência é essa até porque ficamos muito satisfeitos principalmente com o nosso primeiro tempo. Agora temos um dia a mais para trabalhar e recuperar os jogadores para o jogo contra o Avaí. Acredito que a equipe esteja chegando lá com uma performance melhor fisicamente". 


(Foto: Paulo Marcos / Assessoria Atlético-GO)

Avaí

"É um time muito competitivo, capacitado. A experiência do Geninho. Uma equipe que joga no 3-4-3, é uma característica marcante do Geninho. Equipe que tem mesma performance dentro e fora de casa. Na Ressacada ela se torna mais forte. O Avaí tem até melhores resultados fora de casa do que em casa. Você vê que é uma equipe muito competitiva e capacitada". 

"Uma equipe que com certeza foi formada para conquistar o acesso, já que vem da Série A do ano passado. O time que vem da Série A, traz o DNA de Série A, traz um plus a mais porque vem de uma competição de nível muito alto. Vamos pegar uma equipe muito difícil de ser batida dentro de casa, mas precisamos continuar com nossa regularidade e boa performance que temos fora de casa para que possamos pontuar lá na Ressacada".  

Série B mais equilibrada

"Pelo que conheço da era de pontos corridos, essa é a Série B mais equilibrada que já vi. Isso é bom que torna uma competição vibrante até o final da Série B. Provavelmente não vamos ter um campeão com antecedência, um acesso com antecedência, um rebaixamento com antecedência. Isso torna a competição mais atrativa". 

"O equilíbrio da competição está trazendo um atrativo extra para a Série B. Isso é bom para a competição e equipes. É bom porque todo mundo tem a oportunidade de pleitear e brigar um espaço acima da tabela e acaba sendo legal para todo mundo". 

Pontuar fora de casa

"Série B você precisa analisar a competição, o momento, o confronto, o adversário. Quando você tem um confronto chamado de seis pontos, o importante é não perder, porque você deixa de somar três e seu adversário direto soma três. Claro que, se a gente por um acaso tivesse vencido o Atlético-GO, seria um resultado extraordinário porque é um concorrente direto. Mas em compensação a gente manteve as mesmas colocações e distância que tínhamos do Atlético". 

"Com o Avaí não seria diferente. Se a gente vier a ter um novo empate lá em Florianópolis, a gente completa a penúltima rodada ainda no G-4. Não sabemos se em segundo, terceiro ou quarto, mas não saímos do G-4 com um empate, independente dos outros resultados. 

"Passa a ser um bom resultado quando você sai de casa com dois jogos muito difíceis diante do Atlético e Avaí, e você acaba somando alguns pontos e levando para casa. É muito importante ter um resultado que seja vitória ou empate lá para que a gente possa continuar pleiteando a nossa permanência no G-4".