Alagoas

Marido de empresária que teve dedos decepados é achado morto

Redação TNH1 | 25/02/20 - 13h55 - Atualizado em 25/02/20 - 14h35
Pedro, em entrevista à TV Pajuçara em agosto de 2019, relatando sobre o crime no qual a esposa foi vítima | Reprodução/TV Pajuçara

Foi sepultado no cemitério de São Sebastião na tarde desta terça-feira (25), o corpo de João Pedro Luís da Silva, de 27 anos. Ele era marido da empresária Marizete Maria de Oliveira, de 41 anos,  que teve os dedos decepados em um assalto e tentativa de estupro, em julho do ano passado, na cidade de Arapiraca.

O corpo foi encontrado ontem (24), em avançado estado de decomposição, no município de São Sebastião, interior de Alagoas. Segundo uma fonte ligada ao TNH1, o homem estava desaparecido há alguns dias e era procurado pela familia. 

De acordo com o delegado que estava de plantão no dia do achado do cadáver, Ricardo Menezes, a informação chegou até à Polícia Civil por volta das 13h de ontem (24), mas ainda não se tinham a identificação da vítima e nem detalhes sobre a morte. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para a remoção do corpo e para realização da necropsia. 

O IML realizou nesta terça-feira (25) a necropsia no corpo mas o resultado, com a causa da morte, ainda não foi divulgado. 

As investigações ficarão a cargo do delegado Renivaldo Bastista, da delegacia de São Sebastião, que confirmou ao TNH1 que deve entrar no caso a partir da próxima quinta-feira (27).

De acordo com vizinhos, a família vem vivendo uma onda de tragédias. Depois do assalto à oficina de Marizete de Oliveira, que teve dois dedos decepados por dois criminosos, o filho dela passou mal em casa, em outubro do ano passado, e morreu antes da chegada do socorro. E, desta vez, a família sofre mais uma vez, depois que João Pedro Luís da Silva foi encontrado morto. 

João Pedro e Marizete não tinham filhos. A Polícia ainda não sabe se os crimes têm algum tipo de ligação.