Alagoas

Marinha vai abrir inquérito para investigar naufrágio de catamarã na Barra de Santo Antônio

Eberth Lins | 21/09/20 - 11h12 - Atualizado em 21/09/20 - 11h39
Tripulantes do catamarã foram resgatados por populares | Foto: Cortesia / Luiz Felipe Pimentel

Nesta segunda-feira (21), a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL), informou que abrirá um inquérito para apurar as responsabilidades pelo catamarã que naufragou durante passeio na orla da Barra de Santo Antônio, no litoral Sul de Alagoas, na tarde desse domingo (20).

Conforme a Capitania, serão investigadas 'as causas, circunstâncias e responsabilidades do ocorrido'. "Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, o qual dará vista à Procuradoria Especial da Marinha para que adote as medidas previstas na lei, trouxe a nota encaminhada à imprensa.

A Capitania disse ainda que enviou uma equipe de Inspeção Naval ao local logo que tomou conhecimento do acidente.

(Foto: Cortesia / Luiz Felipe Pimentel)
(Foto: Cortesia / Luiz Felipe Pimentel)

Todas as pessoas que estavam na embarcação foram socorridas por populares e por um bombeiro civil que estava no local. Uma mulher entrou em estado de choque e precisou ser levada a uma unidade de saúde do município.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado e enviou equipes ao local, mas informou que quando os militares chegaram a situação já estava controlada e que não foi preciso intervenção da corporação.

Todas as vítimas estavam com coletes salva-vidas, equipamento de segurança considerado obrigatório para o passeio.