Maceió

Moradores do Pinheiro, Mutange e Bebedouro protestam em Maceió; veja vídeo

Redação TNH1 | 23/08/19 - 17h04 - Atualizado em 23/08/19 - 19h18

Moradores do Pinheiro, Mutange e Bebedouro se concentraram, na tarde desta sexta-feira (23), em três pontos diferentes, um em cada bairro, para um protesto para cobrar respostas das autoridades sobre a situação da região. Às 17h, eles seguiram em caminhada para a Avenida Fernandes Lima, no Farol, onde bloquearam a via e iniciaram a manifestação por volta das 18h.

Equipes do Corpo de Bombeiros, Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) acompanharam a manifestação, que se mostrou pacífica. Agentes da SMTT garantiram a segurança dos manifestantes ao fazer o bloqueio dos dois sentidos da Fernandes Lima. A interdição deve seguir até as 20h.

Em maio deste ano, o relatório do Serviço Geológico do Brasil mostrou que a extração de sal-gema da Braskem resultou na instabilidade do solo que afeta a região. Rachaduras em casas, apartamentos e ruas foram identificadas e milhares de pessoas já deixaram os bairros neste ano. 

(Crédito: Cortesia ao TNH1)

Os moradores do Pinheiro se reuniram na Praça Menino Jesus de Praga e seguiram em passeata até as imediações do Jardim Alagoas para o encontro com os residentes dos bairros Mutange e Bebedouro. De lá, eles seguiram para a Fernandes Lima.

(Crédito: Redes Sociais)

Desde as primeiras horas da tarde, os moradores do Mutange e Bebedouro se encontraram na Avenida Major Cícero Góes Monteiro e chegaram a interditar a via em alguns momentos. No fim da tarde, eles saíram em direção ao Pinheiro.

Faixas, cartazes e gritos contra indefinição da situação marcaram o início do protesto. 

O trânsito ficou intenso nas principais vias de várias regiões da capital. Por meio do aplicativo Waze foi possível visualizar vários pontos em vermelho que indicavam engarrafamento, tanto na parte alta, quanto na parte baixa da capital.