Polícia

Morre no HGE soldado que ficou ferido em capotamento de viatura

07/02/17 - 08h47 - Atualizado em 07/02/17 - 09h22
TNH1

O soldado Tiago de Moraes, que estava na viatura que capotou no dia 25 de Janeiro no bairro da Santa Amélia, parte alta de Maceió, não resistiu aos ferimentos e morreu, nesta terça (7), no Hospital Geral do Estado (HGE), onde estava internado.

De acordo com a assessoria de comunicação do HGE, Tiago teve um traumatismo cranioencefálico e estava desorientado. Ele foi o militar que ficou em estado mais grave e precisou ser atendido pelo helicóptero do Samu, que o levou para o HGE.

No dia seguinte ao acidente, o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), onde ele era lotado, e familiares do militar tentaram transferi-lo para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular, mas a transferência não foi autorizada pela família devido à falta de tomógrafo 24 horas, equipamento disponível no HGE.

No momento do acidente, outros três militares estavam no carro: cabo Givaldo José de Souza da Silva, 29; o soldado Benival de Oliveira Ferreira, 33; e soldado André Luiz de Almeida Barros, 31. Eles foram atendidos, medicados e receberam alta médica no mesmo dia do acidente.

O TNH1 tentou contato com o comandante geral do Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, e com o comandante do 4º Batalhão, mas nenhum deles atendeu nossas ligações. Em nota o secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Domingos de Araújo Lima Júnior, lamentou a morte e se solidarizou com a família, confira a integra da nota:

"O secretário estadual de Segurança Pública, coronel Paulo Domingos de Araújo Lima Júnior, em nome de toda a cúpula, externa sentimentos de pesar aos familiares e amigos do soldado Tiago Moraes que morreu no início da manhã desta terça-feira (07), no Hospital Geral do Estado.

O militar sofreu um acidente quando exercia sua missão: a de somar e proteger. O soldado Tiago Moraes, apesar da efêmera passagem na Briosa corporação, deixou muitos amigos e a convicção de que cumpriu honestamente com seu dever.

A Segurança Pública lamenta a perda de mais um membro dessa grande e importante família para a sociedade alagoana."