Polícia

Morte de bebê em Maragogi foi causada pela própria mãe, diz avó de vítima

TNH1 com TV Pajuçara | 06/12/21 - 08h30 - Atualizado em 06/12/21 - 09h43

A avó do bebê encontrado morto com marcas de violência no município de Maragogi, Litoral Norte de Alagoas, afirmou para a polícia que a morte dele foi causada pela própria mãe, a adolescente de 15 anos já apreendida por agentes de segurança. A informação foi passada pelo agente Miguel Rocha, em entrevista ao programa Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara, nesta segunda-feira, 06.

O bebê de apenas 34 dias foi encontrado sem vida com diversos hematomas e arranhões e os pais dele, um jovem de 20 anos e a adolescente de 15, foram capturados sob a suspeita do assassinato. Eles foram detidos na cidade de Tamandaré, em Pernambuco, na manhã do último sábado, 04.

"A informação que colhemos foi de que o genitor e a genitora, dizendo que eram menores de idade, levaram o corpo, mas como se apresentaram na condição de menores, a mãe do acusado compareceu para resolver a situação de liberar o corpo. Em conversa com a mãe dele, ela relatou que o filho disse para ela que a companheira matou a criança", disse o agente.

Ainda de acordo com a polícia, a adolescente entrou em contradição ao contar uma história de que um acidente entre motocicleta e cavalo poderia ter provocado os ferimentos do bebê. Após levantar a possibilidade, ela disse que o menino não teria caído no chão.

"Ela, em primeiro momento, no flagrante, não relatou a situação do acidente. Mas quando chegou na delegacia, ela arguiu que teria sido um acidente de motocicleta com cavalo. Por ser menor de idade, ela está apreendida, mas o pai segue preso".

"Acho que foi uma das coisas mais feias que vi na vida. O corpo da criança estava todo machucado, com as partes íntimas inchadas, membros superiores, inferiores, tronco, rosto, tudo... Muito sangramento", continuou Rocha.

A polícia também tomou conhecimento, durante os depoimentos dos parentes, de que os pais do bebê são usuários de drogas. "Os familiares deles afirmaram que os dois são usuários de droga. Eu não vi nenhum traço de arrependimento pelo crime, podem estar tristes por ficarem detidos. É chocante, só as investigações agora que vão tomar a frente e esclarecer o homicídio", concluiu.

O caso - O menino do sexo masculino, de apenas 34 dias, foi encontrado morto com marcas de violência no corpo na madrugada de sábado, 04, na cidade de Maragogi. Os pais do menino, um jovem de 20 anos e uma adolescente de 15 anos, foram detidos sob a suspeita de homicídio. Eles foram encaminhados para a delegacia de Matriz de Camaragibe.

De acordo com o delegado Rubens Cerqueira, que acompanha o caso, o corpo do bebê estava com diversos hematomas e arranhões, o que chamou a atenção da equipe do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO). A polícia então recebeu o chamado para verificar o suposto crime.

Ainda segundo o delegado, o casal fugiu e foi capturado na cidade de Tamandaré, em Pernambuco. A adolescente de 15 anos destacou que não sabe a causa da morte do filho e afirmou que ele pode ter se machucado após um acidente de trânsito, que teria envolvido motocicleta e cavalo, porém entrou em contradição logo em seguida.