Alagoas

Mortes por Covid-19 em Alagoas equivalem à população da cidade de Palestina

Gilson Monteiro | 14/06/21 - 14h43 - Atualizado em 14/06/21 - 17h00
Foto: Palestina reprodução Youtube Emerson Lanes

Quinze meses após o primeiro caso de Covid-19 ser registrado em Alagoas, o estado chega a trágica marca de 5 mil mortes pela doença. São exatas 5.002 vidas perdidas para um vírus que já matou 487 mil brasileiros e 3,81 milhões de pessoas em todo o mundo. 

Para compreender melhor o tamanho da tragédia aqui no estado, o número de mortes é bem próximo à população da cidade de Palestina, município do Sertão alagoano, que tem, segundo o último censo do IBGE, 5037 habitantes. É como se praticamente o estado tivesse perdido todo um município para a pandemia do novo coronavírus. 

Os três municípios com mais mortes são Maceió (com 2.240 vítimas); seguido de Arapiraca, com 416 mortos e Rio Largo, com 143 vítimas. Mas todos os 102 municípios alagoanos registraram óbitos por Covid.

Quem são os mortos

Por trás de cada número, vidas e famílias com perdas irreparáveis. Em Alagoas a maioria das vítimas, até a última totalização da Sesau, tem entre 60 e 69 anos de idade e são do sexo masculino, mas a doença já fez vítimas em todas as faixas etárias.

Dos 5.002 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 4.994 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 2.775 eram do sexo masculino e 2.219 do sexo feminino.

Capital e interior

Das vítimas que perderam a vida para  a Covid, 2.245 residiam em Maceió e as outras 2.749 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Em um post no Instagram, o governador Renan Filho (MDB) ressaltou a “triste marca” para o estado que, apesar de ser o menor número de mortes da região Nordeste, nada se tem a comemorar, e mais uma vez pediu a colaboração da população.

Mais de 193 mil venceram a doença

Se a Covid-19 levou mais de 5 mil vidas, houve quem resistisse à doença e se recuperar. Segundo o boletim desse domingo da Sesau, 193.884 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, estão recuperados da doença. 

Desde o início da pandemia, momentos emocionantes de pessoas que conseguiram vencer a Covid têm sido registrados em hospitais, e mostrados nas redes sociais e na imprensa. O que não faltam são palavras de gratidão e alívio por ter vencido a doença. 

'Venci a Covid-19":  quase 200 mil alagoanos conseguiram se recuperar (imagems: Sesau)

A esperança: estado já aplicou mais de 1 milhão de doses de vacinadas

Se a proteção ainda continua sendo usar máscara, álcool em gel e evitar aglomerações; a esperança se não de uma cura, mas ao menos um controle da pandemia está na vacina contra Covid-19.

Vacina: mesmo que lenta, imunização é a grande esperança contra a pandemia/ Foto: Secom Maceió

Segundo a última atualização do Programa Nacional de Imunização em Alagoas (PNI/AL), em Alagoas 823.996 pessoas vacinadas com a primeira dose e 298.424 já imunizadas com a segunda dose, totalizando 1.222.424 doses das vacinas contra a Covid-19 aplicadas.

Até o momento, o estado recebeu do Ministério da Saúde 1.601.270 doses das vacinas – CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer –, e distribuiu 1.268.658 de vacinas para os 102 municípios.