Brasil

Noiva envenenada por funcionária de bufê ganha indenização de R$ 100 mil; assista

Kênia Freitas, de 32 anos, teve a bebida misturada com veneno de rato, em Contagem

30/06/16 - 18h20 - Atualizado em 30/06/16 - 19h16
Reprodução

A Justiça determinou uma indenização de R$ 100 mil a uma noiva que foi envenenada, em 2009, por uma funcionária de um bufê, no dia do seu casamento, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A suspeita do crime está cumprindo a sentença da tentativa de homicídio em regime semiaberto. 

De acordo com o Tribunal de Justiça, Kênia teria contratado o serviço do bufê por cerca de R$ 5.000. A vítima foi atendida pela funcionária que ofereceu um desconto no serviço, mas pediu que o dinheiro fosse entregue diretamente a ela e nenhum outro colega da loja poderia saber, já que o desconto seria muito grande e geraria reclamação.

Ainda de acordo com os autos do processo, no dia do casamento, a funcionária teria dado um isotônico com veneno para a noiva ficar "hidratada" o dia inteiro. No entanto, ao perceber que Kênia sentiu apenas enjoo e fraqueza no corpo, a mulher pediu um dinheiro extra para comprar a comida, alegando ter sido vítima de um assalto. 

Na festa, os noivos viram que as mesas estavam vazias, sem os arranjos e a comida de baixa qualidade não dava para todos os convidados.