Gente Famosa

'O que aconteceu foi uma animosidade causada pelo ator', diz defesa de empresário que deu soco em Henri Castelli

Eberth LIns | 13/01/21 - 11h38 - Atualizado em 13/01/21 - 17h35
Foto: Reprodução

"O Henri Castelli é querido por todos e o que aconteceu foi uma infelicidade". A fala é parte do relato de Lucas Doria, advogado do empresário Guilherme Accioly, apontado como autor do soco que fraturou a mandíbula do ator global, no último dia 30, em uma festa na Barra de São Miguel, no litoral Sul de Alagoas.

De acordo com Lucas Doria, primeiro o empresário foi atingido por um soco no olho, desferido pelo ator global, e reagiu. "É importante registrar que ninguém tem nada contra ele (Henri Castelli), muito ao contrário, ele é querido por todos. Ele estava em uma festa numa casa de shows de Maceió e chegou lá (na Barra de São Miguel) aparentemente alterado e procurou o dono da casa de shows para reclamar do evento, utilizando palavras de baixo calão. Em determinado momento eles se desentenderam, foi quando Henri tentou acertá-lo e acabou atingindo meu cliente, que reagiu no calor da emoção e, para a infelicidade de todos, bateu na mandíbula do ator causando aquela lesão", detalhou o advogado em entrevista ao TNH1.

O advogado contou ainda que o suposto soco desferido por Henri Castelli causou um derrame no empresário Guilherme Accioly. "Meu cliente passou por exame de corpo e delito e está tudo registrado no inquérito policial'', afirmou.

Conforme Lucas Doria, após o caso ser divulgado pelo ator, o empresário passou a ser ameaçado e precisou desativar as redes sociais. "Foram mais de mil ameaças nas redes sociais. Meu cliente é um homem de família, casado e pai de duas filhas. Até este ocorrido, nunca tinha pisado numa delegacia", frisou.

"O que aconteceu foi uma animosidade causada pelo ator e a gente precisa apurar os fatos para que fique tudo claro e a verdade venha à tona. Após quase 15 dias, o ator gravou um vídeo com a mandíbula inchada pela cirurgia e não pelo soco, o que gerou uma comoção nacional. Foi feita uma condenação sumária contra cidadãos alagoanos nas redes sociais em 24 horas, mas a Defesa espera que a justiça seja feita", complementou o advogado.

O caso está sendo investigado pelo delegado Fabrício Lima, da Barra de São Miguel, que já adiantou que ao menos duas pessoas estão envolvidas na agressão ao ator e que os responsáveis serão indiciados por lesão corporal.