Política

Oposição chega a 342 votos e Câmara aprova impeachment

17/04/16 - 06h00 - Atualizado em 17/04/16 - 23h13
Reprodução

Neste domingo, 17, os 513 deputados votam, sob o olhar vigilante de 200 milhões de brasileiros, no processo de impeachment da presidente da República Dilma Vana Rousseff (PT).

A votação é aberta e cada um dos 513 deputados será chamado nominalmente para declarar sua posição. Para ser aprovado são necessários 342 votos favoráveis, ou dois terços da Casa.

Dia histórico, a movimentação dentro do plenário da Câmara dos Deputados começará a partir das 14horas; do lado de fora, atos contrários e favoráveis ao impeachment prosseguem, e hoje devem tomar as ruas do Brasil e de Alagoas.

TRANSMISSÃO EM TEMPO REAL

Para acompanhar a sessão e toda a movimentação em Brasília e em Alagoas, o Pajuçara Sistema de Comunicação (PSCom) preparou uma programação especial.

No portal TNH1, TV Pajuçara e Rádio Pajuçara FM Maceió e Arapiraca estarão fazendo uma cobertura especial.

Além da cobertura da movimentação aqui no Estado, a equipe exclusiva da TV Pajuçara em Brasília traz pra o cidadão alagoano tudo o que rola na Câmara dos Deputados, que poderá ser conferida hoje no Portal TNH1, além de toda a repercussão nesta segunda-feira, 18, em toda nossa programação.

Você ainda pode acompanhar tudo pelo Aplicativo Pajuçara, em nossas redes sociais e claro, aqui, pelo TNH1, a liderança que você escolheu.

249 DISCURSOS

A sessão de votação deste domingo começa às 14 h com previsão de encerrar por volta das 22 h. Mas com 249 parlamentares inscritos, esse horário deverá ser estourado, a julgar pelos discursos das sessões de debate do processo dessa sexta e sábado.

Estão inscritos para discursar 79 deputados contrários ao afastamento da presidente e 170 favoráveis.

ALAGOANOS SERÃO ÚLTIMOS A VOTAR

Com a alteração na ordem de votação anunciada na quinta-feira, 14, pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os 9 deputados alagoanos serão os últimos a votar.

Por ordem alfabética votarão: Arthur Lira (PP), Cícero Almeida (PMDB), Givaldo Carimbão (PHS), JHC (PSB), Marx Beltrão (PMDB), Maurício Quintella Lessa (PR),  Paulão (PT), Pedro Vilela (PSDB) e Ronaldo Lessa (PDT). Em entrevista ao Portal R7, Lessa comentou sua posição de "encerramento" da sessão. Leia aqui.

Segundo determinação de Cunha, haverá uma alternância entre os deputados de Estados do Norte e do Sul, começando por parlamentares de Roraima. Anteriormente, o presidente da Câmara tinha decidido que a votação começaria pelos Estados do Sul e Sudeste do país.

CONFIRA A ORDEM DE VOTAÇÃO

A ordem de votação será a seguinte:

1º - Roraima

2º - Rio Grande do Sul

3º - Santa Catarina

4º - Amapá

5º - Pará

6º - Paraná

7º - Mato Grosso do Sul

8º - Amazonas

9º - Rondônia

10º - Goiás

11º - Distrito Federal

12º - Acre

13º - Tocantins

14º - Mato Grosso

15º - São Paulo

16º - Maranhão

17º - Ceará

18º - Rio de Janeiro

19º - Espírito Santo

20º - Piauí

21º - Rio Grande do Norte

22º - Minas Gerais

23º - Paraíba

24º - Pernambuco

25º - Bahia

26º - Sergipe

27º - Alagoas