Polícia

Polícia apreende mais de 13 toneladas de frangos vivos em nove municípios alagoanos

Redação TNH1 | 03/07/20 - 10h01 - Atualizado em 03/07/20 - 10h39
Foto: Cortesia / PM

A polícia segue fechando o cerco para evitar a entrada de produtos sem certificação sanitária no território alagoano. Na madrugada desta sexta-feira (03), uma nova operação foi realizada e desta vez mais de 13 toneladas de frangos vivos foram apreendidas em nove municípios alagoanos. Em uma semana, 32.500 aves foram recolhidas pela fiscalização.

A operação foi realizada pela Polícia Militar (PM), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), e registrou apreensões nos municípios de Santana do Ipanema, Ouro Branco, Major Izidoro, São José da Tapera, Cacimbinhas, Palmeira dos Índios, Igaci, Girau do Ponciano e Messias.

Segundo a polícia, os caminhões eram oriundos do estado de Pernambuco e as cargas não tinham origem sanitária, além de apresentar irregularidades nas notas fiscais.

“Uma prática costumeira e nociva que estamos fechando o cerco para que essas pessoas se conscientizem de que para adentrarem ao nosso estado e trazerem essas aves para o consumidor alagoano, esses caminhoneiros deverão estar de posse das Guias de Transporte animal( GTA) e certificações sanitárias, bem como  as notas fiscais para que possam seguir viagem de forma tranquila”, informou a PM, reforçando que o objetivo da operação é coibir o transporte de frangos vivos sem certificações sanitárias e sem notas fiscais.

Todos os caminhões com cargas irregulares foram levados ao ponto fiscal da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), localizado em Palmeira dos Índios, onde serão submetidos aos procedimentos cabíveis também da Secretaria da Fazendo do Estado de Alagoas (Sefaz). Veja vídeo.

Os fiscais também vão avaliar se essas aves estão em condições para o consumo humano.