Polícia

Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar

19/04/16 - 17h11 - Atualizado em 19/04/16 - 17h53
TNH1/Bárbara Pacheco

O secretário de Segurança de Alagoas, coronel Lima Júnior, apresentou à imprensa, junto com a Polícia Civil de Alagoas e do Pilar, oito pessoas suspeitas de participar de duas facções criminosas rivais, que estavam envolvidos com tráfico de drogas e diversos homicídios na cidade de Pilar.

De acordo com o secretário, a maioria dos homicídios foram motivados por vingança. Ainda segundo a cúpula da segurança que atuou nas investigações, os suspeitos matavam os familiares uns dos outros.

Foram presos Wilson dos Santos Correia (“Júnior Pirobão", de 27 anos), Anderson Oliveira (“Nem Moreira”, de 29 anos), Jonh Alife Melo Souza (“Tinha”, de 22 anos), Agenor da Silva Junior (“Pato”, de 25 anos), Josival dos Santos Silva (“Neno”, de 29 anos), Marcio Carlos de Almeida (“Márcio Som”, de 37 anos) e Isac Pedro dos Santos, de 20 anos e um menor, de nome não revelado.

Segundo a polícia, Márcio Som, líder de uma das facções, ordenou que Isac matasse o irmão e o pai do líder da outra facção, conhecido pelo apelido de “Tinha”. Márcio Som foi preso, mas “Tinha” está foragido, junto com outros diversos outros integrantes das duas facções. No entanto, cinco suspeitos de integrar a quadrilha da qual "Tinha" é o líder foram presos.

O delegado do 23º Distrito Policial de Pilar, José Carlos André, disse que "conta com a ajuda da população, do 181, para que os foragidos das facções sejam presos". Conforme o delegado, "Pirobão", "Nem Moreira", "John Alife", "Pato" e "Neno" pertencem à facção de "Tinha", enquanto "Márcio Som", Isac e o menor, que foi apreendido poucas horas antes da coletiva, são da facção rival.  

A operação integrada contou com membros do Gecoc, 17ª Vara Criminal da Capital, Secretarias de Segurança Pública de Alagoas e Sergipe, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Deic e Bope. “Mais do que nunca estamos convictos que, com as forças integradas, vamos caçar os homicidas de nosso Estado. Temos esse compromisso com a segurança da população”, afirma o coronel Lima Júnior.

Veja o vídeo de apresentação dos presos:

Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar
Polícia apresenta quadrilhas suspeitas de tráfico de drogas e homicídios no Pilar