Brasil

Polícia conclui que vice mandou matar prefeito de cidade no Maranhão

.

Camilla Bibiano* | 18/01/19 - 10h41 - Atualizado em 18/01/19 - 10h41
Prefeito Ivanildo Paiva foi achado morto em novembro | Reprodução

A Polícia Civil do Maranhão anunciou nessa quinta-feira, 17, a conclusão do inquérito sobre o assassinato do prefeito de Davinópolis, interior do Maranhão, Ivanildo Paiva. O corpo foi encontrado em 11 de novembro de 2018 perto de sua fazenda, no munícipio.

De acordo com a Superintendência Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa, o vice-prefeito José Rubem Firmino foi apontado como mandante do crime. Além dele, a polícia realizou mais sete prisões. 

Segundo o delegado Praxísteles Martins, da Delegacia de Homicídios de Imperatriz, as investigações apontaram que a motivação do crime foram promessas não cumpridas do então prefeito a José Rubem, de um pagamento de R$ 300 mil após a reeleição da chapa, além de Ivanildo não ter entregue ao vice o controle político da Secretaria de Educação do município. Esses acordos foram feitos durante o período de campanha eleitoral.

Após as prisões, o presidente da Câmara de Vereadores, Raimundo Nonato Martins, assumiu a prefeitura da cidade.


*Estagiária sob supervisão da editoria