Polícia

Policiais civis param atividades na Deic por 24 horas

08/04/16 - 08h32 - Atualizado em 08/04/16 - 09h01
TNH1

Os policiais civis realizarão a segunda paralisação setorial nesta sexta-feira (08), na Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), localizado no bairro de Santa Amélia. durante a paralisação o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) também fará um ato público, com café manhã, em frente ao Deic para a categoria cobrar o cumprimento da pauta de reivindicações.

Os policiais civis estão insatisfeitos com o que chamam de "descaso do Governo". Eles afirmam que a reunião com o secretário de Planejamento e Gestão, Cristian Teixeira, ocorrida na quarta-feira (06), não avançou com os principais itens da pauta de reivindicações.

A categoria reivindica 23 itens da pauta, como prioridade o piso salarial de 60% da remuneração dos delegados, a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), o pagamento retroativo das progressões, a implantação imediata das progressões que estão no Atagab-Seplag e o pagamento de risco de vida e de insalubridade.

A proposta de piso salarial do governo foi a possibilidade de elevar o piso dos policiais civis ao piso dos policiais militares após a negociação da revisão anual de todos os servidores públicos.  O governo ainda não apresentou a proposta de revisão do PCCS e disse que o Estado não tinha condições para implantar as progressões, apenas podia aumentar a cota mensal de 80 para 90 policiais civis a partir de maio. Além disso, os policiais civis, que conquistaram a progressão, continuam sem receber o pagamento retroativo. 

A categoria se prepara para deflagração de greve na assembleia geral que ocorrerá no dia 18 de abril, a partir das 13 horas, no auditório do Sindicato dos Urbanitários.