Maceió

Prefeitura de Maceió anuncia cancelamento do Carnaval em 2022

Redação TN1 | 05/01/22 - 16h19 - Atualizado em 05/01/22 - 17h19
Foto: Assessoria

Seguindo uma tendência de outras capitais, Maceió também não terá carnaval de rua em 2022. Com unidades de saúde superlotadas e um crescimento nos casos de Covid-19, a Prefeitura anunciou na tarde desta quarta-feira, 05, a suspensão da folia. Em resposta a uma internauta, o chefe do Executivo disse que ficam suspensos todos os eventos organizados pela Prefeitura que envolvam o Carnaval, incluindo as prévias.

O anúncio foi feito pelo Prefeito JHC em suas redes sociais, onde ressalta que a pandemia ainda não acabou, e que a decisão foi tomada com base em consulta a especialistas em saúde pública.  

Avanço da Covid e Influenza - o cancelamento das festas carnavalescas tem sido pregado por diversos especialistas. Os números em Alagoas mostram que o cenário não está para festas. 

Nesta quarta, a Sesau confirmou os primeiros casos de 'Flurona", infecção simultânea por Covid-19 e Influenza; além de voltar a registrar mortes por Covid, após nove dias sem óbitos. 

Sesau também divulgou esta semana que os casos de pacientes com sintomas de síndromes gripais continuam crescendo em Alagoas e causando superlotação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A capacidade de atendimento das unidades é de até 350 pessoas por dia e cerca de 10.500 por mês, mas, algumas delas estão recebendo pacientes além da sua capacidade.

Do dia 31 de dezembro até o dia 3 de janeiro, a UPA do Benedito Bentes registrou a entrada de 1.345 pessoas, sendo 648 de pacientes com síndromes gripais. Já na UPA Jacintinho, do dia 31 de dezembro até o dia 02 deste mês, foram atendidas 968 pessoas no geral e 430 com sintomas de gripe.

A UPA Cidade Universitária atendeu do dia 31 de dezembro ao dia 03 de janeiro 806 pacientes no geral, sendo 287 com síndromes gripais. No mesmo período, na UPA Tabuleiro do Martins foi registrada a entrada de 1.332 pessoas no geral e 652 com sintomas de gripe. No período de 31 de dezembro a 2 deste mês, a UPA Jaraguá atendeu 690 pacientes, destes, 377 com síndromes gripais.