Maceió

Prefeitura só vai fazer reordenamento da Rua das Árvores após revitalização do Centro

Bruno Soriano | 11/10/21 - 18h08 - Atualizado em 11/10/21 - 18h20
Confusão na Rua das Árvores envolvendo ambulantes resultou na morte de motorista de aplicativo | Reprodução/rede social

A ocupação indevida do passeio público por ambulantes que comercializam frutas e verduras na Rua Augusta, mais conhecida como Rua das Árvores, no centro de Maceió, já é considerada por muitos um problema crônico. Não é de hoje que o Município tenta, em vão, disciplinar o comércio informal na região que, há uma semana, foi palco de confusão que resultou na morte de um motorista por aplicativo

O incidente, no entanto, não foi capaz de acelerar as intervenções de que o espaço necessita. Isso porque, de acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária (Semscs), a quem compete a organização do convívio social, a área vai passar por novo reordenamento somente após a entrega das obras anunciadas pela Secretaria de Infraestrutura (Seminfra) para a região central da cidade. 

A ordem de serviço para as ações de regularização e ampliação das calçadas de diversas ruas, considerando, inclusive, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, foi assinada no último dia 29 de setembro. Porém, as obras – que vão contemplar 15 ruas e devem ser concluídas em 1 ano – ainda não começaram.

A Semscs informa ainda que será criada “uma faixa de serviços destinada aos ambulantes que trabalham na região, trazendo um melhor fluxo para veículos e pedestres”. Por meio de nota, a secretaria acrescenta que “os possíveis locais que receberão estes ambulantes estão sendo avaliados”.

A Seminfra, por sua vez, diz que a empresa responsável pela execução de vários serviços no Centro está finalizando a construção do canteiro que servirá de apoio aos operários para, então, iniciar efetivamente os trabalhos.

Em 2018, uma operação buscou retirar os ambulantes da Rua das Árvores, com a Prefeitura deslocando quase 200 trabalhadores para outras ruas, a exemplo da Francisco de Menezes, e para bancas que se encontravam vazias no Shopping Popular, em frente ao Teatro Deodoro. 

No mesmo ano, o Município anunciou as obras do chamado Shopping Central para abrigar os trabalhadores que ocupavam as imediações da Praça dos Palmares. O equipamento, porém, ainda não foi entregue.

Confira, abaixo, as notas da Semscs e da Seminfra, respectivamente:

NOTA

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) informa que, no dia 29 de setembro, foi assinada a ordem de serviço para a obra de regularização e ampliação das calçadas de diversas ruas e melhoria na acessibilidade, em consonância com a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, no Centro de Maceió. 

Entre as ruas beneficiadas estão a Rua Augusta, mais conhecida como rua das Árvores. O prazo para execução dos serviços é de 365 dias, a partir do início efetivo das obras.

Já a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) esclarece que o comércio informal na Rua Augusta passará por um reordenamento após as obras de melhorias no Centro de Maceió. 

Será criada uma faixa de serviços, destinada aos ambulantes que trabalham na região, trazendo um melhor fluxo para pedestres e o trânsito de veículos pelo local. Os possíveis locais que receberão estes ambulantes estão sendo visitados e avaliados, levando em consideração as necessidades de todos.

-------------

NOTA 

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) informa que a empresa responsável pela execução das obras de regularização e ampliação das calçadas de diversas ruas e melhoria na acessibilidade, no Centro de Maceió, está finalizando a construção do canteiro para dar início aos serviços. 

A obra beneficiará as ruas: Augusta, Beco São José, Rua da Alegria, Rua Boa Vista, Rua II de Dezembro, Rua do Livramento, Praça Doutor Manoel Valente de Lima, Avenida Moreira Lima, Rua Cincinato Pinto, Rua Barão de Penedo, Rua do Comércio, Rua Oliveira e Silva, Rua Melo Morais, Rua Agerson Dantas e Rua do Sol. 

O prazo para execução dos serviços é de 365 dias, a contar do início da obra.