Polícia

Morre motorista por aplicativo espancado no centro de Maceió

Bruno Soriano | 07/10/21 - 16h55 - Atualizado em 07/10/21 - 18h38

O motorista por aplicativo Bem Donson dos Santos Santana, de 33 anos, faleceu na tarde desta quinta-feira (07), três dias após ser agredido por ambulantes em trecho da Rua Augusta (antiga Rua das Árvores), no centro de Maceió. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do Hospital Geral do Estado (HGE), onde ele estava internado.

Segundo a polícia, Bem Donson teria acelerado seu veículo, um Renault Logan, em direção a pedestres após discutir com um dos ambulantes que ocupava a via para comercializar frutas e verduras. Foi quando um grupo de pessoas cercou o automóvel e o retirou do carro a força, agredindo o condutor, que sofreu um grave ferimento na região da cabeça. 

Socorrido ao HGE por uma equipe do Corpo de Bombeiros, o motorista chegou a receber alta ainda na segunda-feira, quando, inclusive, prestou esclarecimentos na Central de Flagrantes, no bairro do Farol. Porém, segundo a irmã da vítima, Bem Donson (foto abaixo) sofreu uma convulsão e precisou novamente de atendimento médico, sendo reconduzido ao hospital no mesmo dia.

Dois dos agressores também estiveram na Central de Flagrantes, mas foram liberados após prestarem depoimento. Vídeos encaminhados ao TNH1 mostram o momento em que um deles chuta a porta do passageiro e danifica o para-brisa com um pedaço de madeira.

Por meio de sua assessoria, o HGE, por sua vez, disse já apurar denúncia de suposta negligência – visto que o paciente, segundo a família, deixou o hospital sem sequer ser submetido a exames de imagem.

Nessa quarta-feira (06), o TNH1 ouviu a irmã de Bem Donso, Daiana Santana. Ela lamentou o episódio e disse esperar que a Polícia Civil consiga, por meio de câmeras de segurança instaladas em estabelecimentos comerciais da Rua Augusta, identificar e punir todos os agressores. O caso está com a delegada Ana Luiza Nogueira, com quem a reportagem não conseguiu contato.