Maceió

Profissional de saúde é afastada após falha em aplicação de vacina em idosa de Maceió

Gilson Monteiro | 28/01/21 - 15h11 - Atualizado em 28/01/21 - 17h06

A  Secretaria de Saúde de Maceió (SMS) afastou uma profissional de saúde, no primeiro dia de vacinação na capital, após ela ser filmada aplicando a vacina contra Covid-19 em uma idosa de 97 anos, em um shopping da parte alta da cidade. O problema é que, durante a aplicação, o líquido permanece dentro da seringa e não é introduzido no braço da idosa. Veja no vídeo abaixo, que viralizou nas redes sociais e aplicativos de mensagem: 

Em entrevista ao TNH1, a neta da idosa contou que a família percebeu o erro no procedimento ao ver o vídeo que a cuidadora da idosa gravou. 

"Como o momento da vacina era histórico, pedimos para a cuidadora dela gravar e compartilhar com os familiares, pois ela esta há dez meses sem contato com os outros familiares, em isolamento total. Um dos netos, ao receber o vídeo, percebeu que a vacina não havia sido injetada, conversou com um outro parente nosso que é médico, que confirmou o erro, e voltamos para que ela fosse vacinada corretamente", disse.

No vídeo abaixo, a idosa aparece sendo novamente vacinada, desta vez, da forma correta.

Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), após o promotor de Justiça, Paulo Henrique Prado, da 67ª Promotoria de Justiça da Capital,  ter acesso ao vídeo, contactou o secretário Municipal de Saúde e que, este, por sua vez, teria afirmado que realmente houve uma falha e que se trata de uma profissional antiga da Saúde, já afastada. 

O Ministério Público divulgou que vai instaurar uma Notícia de Fato, que é uma das formas de registrar uma denúncia,  para apurar a atitude da profissional. 

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que trata-se de um caso  isolado e que, assim que foi notificado, uma equipe da SMS realizou a vacinação na idosa. A SMS determinou o afastamento da profissional envolvida, abertura de processo administrativo para investigação do caso e o acionamento do Ministério Público Estadual para uma apuração transparente do ocorrido.

Leia a nota íntegra:

A Prefeitura de Maceió tomou ciência com indignação sobre o caso da servidora da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) que, ao aplicar uma vacina em uma idosa, não injetou o imunizante. Trata-se de um caso isolado. Assim que foi notificado, uma equipe da saúde realizou imediatamente a vacina na idosa. Informamos ainda que foi determinado o afastamento da profissional envolvida, abertura de processo administrativo para investigação do caso e o acionamento do Ministério Público Estadual para uma apuração transparente do ocorrido. A prefeitura vai ampliar a fiscalização e vai mudar o protocolo de vacinação. O profissional de saúde terá que mostrar a seringa cheia antes da aplicação e vazia após o procedimento. Juntos, vamos vencer a covid-19.