Saúde

Programa faz 40 consultas para reconstrução mamária em duas semanas

06/11/20 - 16h51 - Atualizado em 06/11/20 - 16h59
Catarina Magalhães/Assessoria Sesau AL

O Programa Ame-se, criado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para assegurar a reconstrução mamária de mulheres mastectomizadas, encerrou a segunda semana de atendimentos. No total, já foram realizadas 40 consultas pré-operatórias no Ambulatório do Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió, onde o serviço funciona.

Os atendimentos, que começaram no dia 27 de outubro, prosseguem e as mulheres atendidas já passaram por médicos de diferentes especialidades, como mastologista, cirurgião plástico e endocrinologista, com o intuito de que concluam a avaliação pré-operatória para que possam estar habilitadas a realizarem as cirurgias de reconstrução mamária.

As pacientes ainda deverão passar por outros especialistas médicos, como cardiologista e anestesista, além de serem submetidas a exames de imagens e laboratoriais. As cirurgias de reconstrução mamária estão programadas para acontecer em dezembro deste ano, no centro cirúrgico do Hospital Metropolitano de Alagoas.

Ame-se

O programa tem como objetivo zerar a fila de espera para cirurgias de reconstrução mamária. Entretanto, o Ame-se vai além dos procedimentos cirúrgicos, uma vez que ele busca retomar a autoestima de dezena de mulheres, além de rastrear a doença, evitando que chegue ao estágio mais grave.

As mulheres mastectomizadas foram selecionadas através de um fluxo elaborado pela Sesau. As pacientes foram encaminhadas por Organizações Não Governamentais (ONGs) que desenvolvem ações de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação de mulheres acometidas pelo câncer de mama.