Saúde

Protetor solar labial: saiba quando usar e quais são as vantagens

O protetor ajuda a hidratar a pele dos lábios, evitando rachaduras, além de reduzir o risco de câncer de pele labial

VEJA.com | 15/02/19 - 20h21
Protetor solar labial | Reprodução/Internet

É muito divulgada a importância do uso dos protetores solares para a proteção da pele. Mas mesmo que você use protetor solar facial e reaplique-o durante o dia você não está protegido dos raios UV por completo, se também não estiver atento ao uso do protetor solar labial.

Uma das áreas frequentemente negligenciadas na fotoproteção são os lábios, já que poucos lembram de usar um protetor labial com fator de proteção solar. Essa é uma área extremamente importante de ser protegida, uma vez que o de câncer de pele no lábio é considerado de alto risco – converse melhor com seu dermatologista sobre isso.

A proteção labial deve ser lembrada especialmente quando se trata de exposição solar prolongada como em praias e estações de esqui e deve ser reaplicada várias vezes –o recomendado é a cada 2 horas – já que a movimentação labial pela fala, ingestão de líquidos e alimentos contribui para menor permanência do produto no local. Os raios UV podem causar não só câncer de pele labial, mas lesões incômodas como rachaduras e feridas, que são muitas vezes dolorosas e desagradáveis.

Protetores labiais também são úteis em versões sem proteção solar para hidratação mais específica desta área que, tratando-se de parte da pele do nosso corpo, também precisa de hidratação. Um lábio hidratado e bem cuidado deixa toda aparência da boca mais saudável! Lembre-se de deixar um protetor labial com fator de proteção solar sempre com você.

É fundamental consultar sempre o dermatologista para a avaliação de lesões labiais que apresentem descamação, bolhas, manchas ou dificuldade na cicatrização, para um diagnóstico precoce, preciso e completo. Não deixe de se consultar e de se proteger de todas as formas!