Gente Famosa

Ralf faz primeiro show após a morte do irmão,  Chrystian

O Globo | 22/06/24 - 15h00
O sertanejo Ralf, em seu primeiro show após a morte do irmão, Chrystian | Reprodução Intagram

Dois dias após a morte do irmão, Chrystian, com quem tinha dupla, o sertanejo Ralf fez um show. Foi na noite de sexta-feira, no JBJ Ranch, em Nazário, Goiás. Muito emocionados, os fãs do cantor publicaram em redes sociais suas impressões sobre a apresentação.

“É, amigo, eu tô tendo a honra e o privilégio de acompanhar isso. Que ser humano mais profissional, que cara comprometido, que cara sério! No momento mais doloroso da vida dele, de perder o irmão... o cara é diferenciado”, disse em seus stories Bruno Mantovani. “Que sofrido, porém maravilhoso demais”, escreveu Silvinha Saraiva.

Em entrevista ao G1, no velório de Christian, Ralf confessou que não via o irmão há quatro anos, por conta dos desencontros da agenda de trabalho. “É muito triste, é inexplicável. A gente fica muito sentido. Fazia quatro anos, porque não coincidia. Eu fazendo show em um lugar e ele em outro. Mas é meu irmão, isso é muito importante”, contou Ralf.

A dupla Chrystian & Ralf iniciou a carreira em 1983. Juntos, venderam mais de 15 milhões de cópias de seus álbuns, acumularam milhões de views no YouTube e uma coleção de discos de ouro e platina.

De acordo com o relato do próprio Chrystian, eles não se distanciaram por conta de brigas e, apesar das "divergências de opinião", as separações não foram motivadas por conflitos. Contudo, a dupla “não ia bem” há algum tempo. Também não de é hoje que a dupla “ensaia” um término. Em 1999 os irmãos chegaram a anunciar o fim do trabalho juntos.

Essa primeira separação não durou muito tempo, já quem em 2001 retornaram aos palcos juntos. Inclusive a união foi selada com o lançamento do CD “De Volta”, bem sugestivo.

Já em 2021, a decisão veio após um conflito de decisões para uma renovação na carreira. Em entrevista à TV Record, Chrystian disse que assinou contratos para seguir carreira sozinho: "Eu assinei um contrato por cinco anos para fazer essa carreira solo. Então, por no mínimo cinco anos, a dupla Chrystian e Ralf vai estar fora da ativa”.

Ainda durante a entrevista à emissora, Chrystian afirmou que a pandemia acentuou o distanciamento dos dois, mas sem gerar conflitos.

“Não, a gente nunca teve grandes problemas. Tinha divergências de opiniões, como qualquer relacionamento, que a gente, no fim das contas, acabava resolvendo. O meu desejo a princípio era fazer uma paralela, mas aí tem divergências do caminho que acaba que acabam dificultando as coisas. Às vezes facilitam, mas tem muita coisa que dificulta.

Em 2023, Ralf falou sobre o assunto, e confirmou que a dupla não voltaria aos palcos, mesmo após o intervalo do contrato solo do irmão: “Não, a gente se separou mesmo. A dupla não retornará jamais, a maioria das pessoas pensam que a dupla vai voltar”, disse ele no podcast de André Piunti.