Mundo

Rússia quer mandar mais turistas ao espaço em 2021

A agência espacial Roscosmos pretende levar mais dois convidados à Estação Espacial Internacional

Olhar Digital | 21/02/19 - 17h57
Ilustração | Reprodução/Internet

A corrida espacial parece não ter fim. Segundo a agência espacial russa Roscosmos, o país pretende retomar seus planos e mandar turistas à Estação Espacial Internacional (ISS) no fim de 2021. Desde a primeira viagem, há quase 20 anos, em 2001, sete pessoas foram enviadas à unidade. Desta vez, um acordo assinado com a Space Adventures pretende levar mais dois participantes.

Os nomes dos convidados ainda não foram divulgados, mas por ser uma experiência cara especula-se que sejam indivíduos financeiramente poderosos. Essas ações são importantes para a agência russa financiar outros projetos — atualmente, a maior parte do dinheiro vem da NASA. Os norte-americanos já fazem viagens parecidas desde 2011: para isso, usam foguetes russos e cobram milhões de dólares por um assento.

O país de Vladimir Putin precisa acelerar seus planos, já que, em 2021, o cenário pode ser outro e talvez a novidade já não seja mais tão interessante. A Virgin Galactic tem o mesmo objetivo e pretende, antes disso, levar não astronautas ao espaço. Além disso, a NASA pode não depender mais dos russos em breve, já que conta com a SpaceX e a Boeing agora.