Educação

Servidores da Educação de Maceió decidem manter greve

25/07/17 - 12h53
Rádio Pajuçara FM Maceió / Hélio Góes

Os servidores da rede municipal de ensino de Maceió decidiram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (25), manter a greve por tempo indeterminado e convocaram uma nova assembleia, que deverá ocorrer na próxima sexta-feira (28) para reavaliar o movimento.

A decisão contraria duas decisões judiciais, emitidas no último domingo, que declararam a greve ilegal e fixou multas diárias de R$ 3 mil ao dia, caso a greve seja mantida, e de R$ 10 mil nos casos de ocupações a prédios públicos.

Ontem, os professores fizeram uma manifestação no centro de Maceió, com uma caminhada pelas principais ruas do bairro. A presidente do Sindicato dos Servidores da Educação (Sinteal), Consuelo Correia, comentou a decisão judicial. "É para se repudiar essa forma arbitrária de solicitar a ilegalidade da greve. Quem está ilegal é o gestor, que desde janeiro não aplica o piso salarial para os educadores", declarou.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Maceió informou que vai se manifestar, através de nota oficial para a imprensa, ainda hoje.