Alagoas

Sistema prisional: após decreto, Seris planeja retorno gradativo de visitas a reeducandos

Redação TNH1 | 21/10/20 - 17h07 - Atualizado em 21/10/20 - 17h41
Arquivo / Seris

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informou, na tarde desta quarta-feira (21), que já está elaborando o cronograma para o retorno gradativo das visitas aos reeducandos do Sistema Prisional de Alagoas. A medida atende ao novo decreto do Governo de Alagoas, anunciado pelo governador Renan Filho (MDB) em coletiva de imprensa. 

A decisão faz parte do novo decreto dentro do Plano de Distanciamento Social Controlado, elaborado especialmente na pandemia da covid-19. 

Em nota, a Seris afirmou que as visitas serão retomadas, em todas as unidades prisionais do estado, até o próximo dia 15 de novembro.

Leia na íntegra:

"A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) informa já elaborar cronograma para o retorno gradativo das visitas aos reeducandos do sistema prisional, suspensas em razão da pandemia da Covid-19. As visitas serão retomadas, em todas as unidades prisionais do estado, até o próximo dia 15 de novembro.

Considerando o protocolo de prevenção ao novo coronavírus, inicialmente, será permitida apenas uma visita ao mês, sendo apenas uma pessoa por reeducando. O visitante, por sua vez, não pode ter menos de 18 ou mais de 60 anos de idade.

Paralelamente, a Seris também vai estender projeto implantado, em parceria com a Pastoral Carcerária, no Presídio Feminino Santa Luzia com o objetivo de minimizar o impacto da suspensão das visitas. Agora, a próxima unidade a receber mensagens de vídeo feitas pelos familiares dos reeducandos será o Presídio do Agreste. Informações como tempo de gravação e formato do vídeo serão divulgadas em breve, bem como o cronograma de entrega das mídias". 

As visitas foram suspensas por questões sanitárias desde o início da pandemia em março. Após meses de suspensão, familiares dos reeducandos cobraram o retorno das visitas e realizaram uma série de protestos nas principais vias de Maceió durantes os meses de agosto e setembro.