Futebol

STJD mantém punição de CSA e CRB e fixa multas em quase R$ 100 mil

13/02/17 - 13h34 - Atualizado em 13/02/17 - 13h36
Divulgação

A 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu, no final da manhã desta segunda-feira (13), manter as punições de suspensão dos mandos de campo de CSA e CRB, e fixou multa de R$ 50 mil para Federação Alagoana de Futebol (FAF) e de R$ 20 mil para cada clube. A punição também mantém as partidas com os portões fechados – o que foi descumprido pelos clubes nas primeiras rodada do Alagoano deste ano.

O Azulão atuou contra o Murici, na primeira rodada da competição, com os portões abertos em Coruripe, no estádio Gérson Amaral. Já o CRB atuou contra o Miguelense, no mesmo estádio, também com presença de torcida.

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) ainda não sabe explicar se as partidas já disputadas pelas equipes no estadual contarão como parte da punição, uma nota oficial deve ser divulgada até o fim desta tarde para esclarecer esta situação. Os clubes e a federação ainda podem recorrer ao Pleno do STJD.

Entenda o caso

A primeira decisão atendeu a uma ação na Justiça Desportiva após a confusão generalizada dentro do campo do Estádio Rei Pelé na final do Campeonato Alagoano de 2016. O STJD entende que CSA e CRB devem ser punidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/AL). O Azulão, mandante da partida, foi multado em R$ 5 mil e perdeu 5 mandos de campo. O Galo teve a mesma multa financeira e ficou sem 4 mandos. As punições do mando de campo são exclusivas para o Campeonato Alagoano.

Tanto CSA quanto CRB recorreram ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva, mas sem sucesso. No dia 1º de setembro, o Pleno do STJD negou os recursos dos clubes e manteve as perdas de mando de campo e pagamento de multa.

Como foram esgotadas as instâncias da Justiça Desportiva, CSA e CRB, representados pelo advogado Flávio Moura, ingressaram na Justiça Comum e conseguiram liminar para suspender essa punição. Assim, o alvirrubro jogou no estádio Rei Pelé diante do Santa Rita, pela 3ª rodada.

Com a ação dos clubes na Justiça Comum, o problema teve reflexo, inclusive, no Campeonato Alagoano, que chegou a ser suspenso pelo STJD após a liminar favorável aos clubes. Além disso, FAF, CSA e CRB foram denunciados por descumprirem a decisão de atuarem com os portões fechados, gerando a aplicação de novas multas nesta segunda-feira.