Polícia

Suspeito de estuprar e matar adolescente é apedrejado e morto por populares

Redação TNH1 | 21/08/20 - 07h24 - Atualizado em 21/08/20 - 14h31

O suspeito de estuprar e matar uma adolescente de 13 anos no Parque dos Caetés, em Benedito Bentes, foi linchado por populares nessa quinta-feira, 20, no mesmo bairro. Ele sofreu ferimentos na cabeça e não resistiu.

De acordo com a polícia, Rafael dos Santos Pereira, 24 anos, foi agredido pela população que acreditava que ele era o responsável pelo crime contra a jovem. O homem foi apedrejado e apresentou múltiplos traumatismos na região da cabeça.

Militares do 5º Batalhão estiveram no local e constataram o óbito de Rafael. Ele tinha várias passagens pela polícia por tráfico de drogas, mas ainda não foi comprovada a participação dele no homicídio. 

O caso

O corpo da adolescente que teria sido vítima do jovem foi encontrado seminu, na manhã de ontem, apenas com uma blusa com estampa de onça, nas proximidades de um paredão de pedras, no Parque dos Caetés.

Os primeiros levantamentos da perícia do Instituto de Criminalística (IC) mostram que ela estava com ferimento no olho esquerdo e com marcas de esganadura no pescoço. O cadáver também apresentava sinais de violência sexual.

Um exame realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) com o material genético das vítimas pode confirmar se a adolescente foi estuprada ou não por Rafael.

16 pessoas foram mortas em Alagoas por linchamento em 2020

O linchamento de Rafael dos Santos Pereira trouxe novamente a discussão sobre o crime de justiçamento, quando a população agride um infrator como forma de fazer justiça com as próprias mãos. Em Alagoas, o número de mortos por linchamento, quando a agressão acaba em morte, em 2020, em apenas oito meses, já superou as estatísticas dos anos anteriores. 

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/AL, Anne Caroline Fidelis de Lima, revelou ao TNH1 que, de janeiro deste ano até hoje, 68 casos de justiçamento foram registrados pela entidade, e desses, 16 pessoas terminaram em morte.  Leia matéria completa