Polícia

Suspeito de matar filho do secretário de Arapiraca confessa crime após ser preso

TNH1 com 7 Segundos | 04/01/20 - 07h10
Arquivo Pessoal

A polícia prendeu, nessa sexta-feira, 03, um suspeito de assassinar o jovem Hudson Melanias, de 25 anos, que teve o corpo encontrado decapitado na área rural do município de São Sebastião, no Agreste alagoano, no último domingo, 29 de dezembro. A vítima é filho do secretário de Educação de Arapiraca, Jâneo Melanias, e residia na mesma cidade onde o pai trabalhava. 

De acordo com o site 7 Segundos, o suspeito foi identificado como Jackson de Souza Lima e confessou o crime. Para o delegado Everton Gonçalves, da Delegacia de Homicídios de Arapiraca, ele teria dito que outro homem participou da morte brutal do jovem e que a motivação teria sido um desentendimento entre Hudson e os dois, ocorrido na manhã de domingo. Eles haviam ingerido bebida alcoolica. 

A polícia já conseguiu a identificação do outro suspeito, que não teve o nome divulgado para a imprensa, e segue em buscas para capturá-lo. Ainda não se sabe se mais pessoas participaram do assassinato. 

Jackson foi preso na tarde de ontem por policiais que cumpriram mandado de prisão expedido pela Justiça. 

O caso

Populares encontraram o corpo de um homem decapitado em uma plantação de mandioca por volta das 20 horas de domingo (29). O fato aconteceu no povoado Sapé, na zona rural do município de São Sebastião, Agreste alagoano. De acordo com informações da polícia, a guarnição motorizada do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Junqueiro foi quem localizou o corpo.

Um vídeo divulgado nas redes sociais no início da semana mostra que Hudson estava em uma festa. A polícia confirmou que ele foi até a casa onde morava durante a madrugada de sábado, 28, e deixou o imóvel instantes depois com bebidas alcoolicas nas mãos. Depois disso, desapareceu.