Polícia

Suspeito do disparo que matou criança em Pilar é preso em Maceió

Redação, com TV Pajuçara | 03/01/22 - 19h50 - Atualizado em 03/01/22 - 20h10
Reprodução

A Polícia Civil prendeu no início da noite desta segunda-feira, 3, o homem suspeito de efetuar o disparo de arma de fogo que matou por engano o menino Rafael dos Santos Oliveira, de apenas 8 anos, em Pilar, no interior de Alagoas. A prisão foi realizada no bairro do Benedito Bentes, parte alta de Maceió. 

A prisão foi divulgada pela produção do Cidade Alerta, da TV Pajuçara/Record TV e confirmada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. O secretário Alfredo Gaspar coordenou a ação junto ao delegado Sidney Tenório. 

Rafael ia para a casa da avó no último domingo, 2, quando foi vítima de uma bala perdida e morreu com um tiro na cabeça em Pilar, região Metropolitana de Maceió. As investigações policiais apontam que um homem, de 23 anos, era o alvo dos criminosos por brigas que ele vinha provocando desde a semana passada na região. O menino passava pelo local quando os bandidos atiraram contra o homem e terminaram atingindo também o garoto. O homem alvo dos criminosos ficou ferido e está internado no Hospital Geral do Estado, em Maceió. 

Mais cedo, o delegado Sidney Tenório, responsável pelas investigações, já havia afirmado que os suspeitos tinham sido identificados e, assim como o homem baleado, também tinham passagem pela polícia por crimes como tráfico de drogas. 

O caso - Uma criança de oito anos morreu ao ser atingida na cabeça por bala perdida na Rua dos Fornos, no município de Pilar, região metropolitana de Maceió, na noite desse domingo, 02. O homem que teria sido alvo dos criminosos foi baleado durante o ataque, mas sobreviveu.

A mãe da vítima contou aos militares do 8º Batalhão que os atiradores estavam em um veículo de cor amarela, de modelo não identificado, e um dos disparos atingiu a parte frontal da cabeça do menino, que morreu na hora. Ele estava com um pacote de salgadinhos no momento em que foi acertado pelo tiro. 

O sobrevivente do ataque, um jovem de 23 anos, ficou ferido na região lombar e no braço esquerdo, e confirmou aos policiais que foi o alvo dos atiradores. Antes de ser encontrado pelos policiais, o ferido pulou o muro de uma residência e se escondeu no quintal. Ele foi levado pela equipe até o hospital da cidade, porém foi transferido ao HGE, em Maceió, para a continuidade dos cuidados médicos. O homem foi internado na área vermelha da unidade, e o estado de saúde não foi divulgado.