Maceió

Vídeo: estudante fica presa em cemitério após 'visita' à Mulher da Capa Preta

Dayane Laet | 09/09/19 - 07h57 - Atualizado em 09/09/19 - 10h27
Rebecka aguardou resgate em cemitério | Reprodução / Redes Sociais

A estudante de jornalismo Rebecka Carmo, de 24 anos, ficou presa no cemitério da Nossa Senhora da Piedade, no bairro do Prado, em Maceió, no último sábado (7), e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros cerca de 2 horas depois. 

Em entrevista à TV Pajuçara, a jovem contou que estava panfletando nas imediações da Feira da Reforma Agrária, que acontecia na Praça da Faculdade, quando ela e mais dois amigos decidiram entrar no cemitério. “Eu contei para eles, que são de Pernambuco, a lenda da Mulher da Capa Preta e decidimos entrar para ver seu túmulo”, explicou durante entrevista. “Quando decidimos sair cinco minutos antes do cemitério fechar, já encontramos os portões fechados”, relembrou Rebecka.

Veja o momento em que os estudantes, bem-humorados, descobriram que estavam presos:

Os dois amigos que estavam com Rebecka conseguiram sair pelas grades do cemitério mas ela não pôde. Também não foi possível pular o muro, por isso decidiram pedir ajuda quando começou a anoitecer. “Depois de falar com a polícia e tentar várias vezes falar com a administração do cemitério, decidimos acionar os Bombeiros”, contou a jovem.

No início da noite, o Corpo de Bombeiros chegou ao local e resgatou Rebecka, que comemorou e e agradeceu aos militares. Acompanhe:

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, responsável pela administração dos cemitérios, confirmou o caso e que o horário de funcionamento é até as 17 horas. A pasta informou que os portões dos cemitérios são fechados às 17 horas, quando se encerra o expediente administrativo, como medida de segurança. "Os visitantes são orientados a deixar o local neste horário, conforme aviso fixado nas salas da administração de cada cemitério. Antes do fechamento dos portões, fiscais verificam se há visitantes para que sejam retirados. Após o caso registrado no Cemitério Nossa Senhora da Piedade, a Sudes reforçou a orientação aos fiscais e deve fixar novos avisos para evitar este tipo de ocorrência", disse, em nota.

"