Mundo

Vídeo: nos EUA, jovem que tossiu em motorista de aplicativo de propósito é presa

Istoé | 17/03/21 - 15h20 - Atualizado em 17/03/21 - 15h24
Reprodução

As estadunidenses Arna Kimiai e Malaysia King, ambas de 24 anos, foram presas em San Francisco, na Califórnia (EUA), por agressão e roubo contra um motorista de Uber. As também desrespeitaram as regras de distanciamento social em vigor na região por conta da pandemia da covid-19. As informações são da emissora CBS.

De acordo com a denúncia do motorista Subhakar Khadka, de 32 anos, no último dia 7, enquanto levava as três passageiras, ele percebeu que uma delas, Arna, estava sem a máscara. O item é  obrigatório para o andamento da corrida e, por isso, ele pediu para que ela o colocasse.

No entanto, a jovem reagiu com agressividade, removeu a máscara do motorista e simulou uma tosse próxima ao rosto dele. A ação foi gravada por uma câmera acoplada ao carro. Arna também tentou roubar o celular do motorista. Após saírem do carro, uma das jovens ainda atacou Khadka com uma substância que provavelmente era spray de pimenta.

Além disso, o motorista afirma ter sido alvo de insultos racistas e de ameaças de agressão. Khadka nasceu no Nepal e está há oito anos trabalhando nos Estados Unidos.

Depois da prisão, a polícia estabeleceu uma fiança de US$ 75 mil para Arna. A jovem pode pegar uma pena máxima de até 20 anos de detenção por tentativa de roubo, agressão a um profissional de trânsito e vários desrespeitos às políticas estaduais em meio à pandemia. A passageira também foi banida da Uber.