Alagoas

Vídeo: Renan Filho confirma interesse em adquirir vacina Sputnik V para Alagoas

TNH1 | 05/06/21 - 13h12 - Atualizado em 05/06/21 - 13h44
Reprodução

O governador Renan Filho (MDB) publicou nas redes sociais, neste sábado (05), que participou de uma reunião virtual com outros governadores do país e que estão dispostos em adquirir a vacina Sputnik V, aprovada recentemente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Renan Filho também destacou o encontro entre o grupo dos representantes de estados com a Anvisa que vai acontecer na próxima segunda-feira (07), para saber detalhes e esclarecer dúvidas sobre a importação do novo imunizante contra a Covid-19.

"Acabei de participar de uma reunião com governadores do Brasil que estão dispostos em adquirir as vacinas Sputnik V [...] A aprovação da vacina foi importante porque é mais um passo necessário no sentido de ampliarmos a quantidade de vacina", disse ao destacar que os gestores comemoram a decisão da agência reguladora. 

"Nós, aqui em Alagoas, temos sempre defendido a velocidade da vacinação para imunizar o nosso povo, a nossa gente. Enquanto o Estado amplia a capacidade de cuidar das pessoas que adoecem por um lado, do outro lado, solicita as pessoas que colaborem", continuou.

Ainda segundo o governador de Alagoas, uma reunião com o Fundo Soberano Russo está marcada também para esta semana. "Nós vamos realizar duas reuniões. Uma com a Anvisa para esclarecer detalhes, e outra com o Fundo Soberano Russo para que a gente adeque o contrato que temos a essa realidade do momento".

"Nos próximos dias, previsto ainda para este mês, chegarão novas vacinas da Janssen. Se elas forem adicionadas com as vacinas Sputnik, a gente terá condição de imunizar o nosso povo o quanto antes", complementou o gestor.

Por fim, Renan Filho explicou que a Anvisa aprovou a importação de 1% das vacinas neste primeiro momento. Ele disse considerar a determinação pois vai oferecer um período para análise da eficácia do imunizante. 

"É importante para que a gente vá verificando a eficácia, comparando com outras vacinas. Mas o que é fato é que nós precisamos ter no Brasil todas as vacinas disponíveis no planeta. Para vencer a pandemia, só há um caminho, que é a vacinação das pessoas", concluiu.

Assista: