Economia

3,9 milhões recebem hoje o auxílio emergencial; veja quem tem direito

Valor Investe | 12/08/20 - 07h58 - Atualizado em 12/08/20 - 08h11

Os 3,8 milhões de trabalhadores nascidos em julho aprovados no programa do Auxílio Emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães chefes de família) e 98 mil novos aprovados (também nascidos em junho) recebem nesta sexta-feira (7) mais uma parcela do benefício.

Os nascidos em julho fazem parte do Ciclo 1 do novo calendário de pagamentos criado pelo Ministério da Cidadania e que engloba os depósitos na Conta Social Digital da quarta, terceira, segunda e primeira parcelas - lembrando que o auxílio terá cinco parcelas. 

Os saques em dinheiro, porém, seguem outro cronograma. Os aniversariantes de julho que recebem os recursos nesta quarta-feira (12), por exemplo, vão poder sacar ou transferir o dinheiro em 27 de agosto. 

Novos aprovados

O governo divulgou em 3 de agosto o calendário do auxílio emergencial para novos aprovados e pessoas que tiveram o pagamento desbloqueado (clique aqui e confira o calendário). O total de beneficiados chega a 1,15 milhão de pessoas.

Tem direito ao dinheiro quem pediu a contestação por meio da plataforma digital entre os dias 24 de abril e 19 de julho de 2020 e tenha sido considerado elegível. Também tem direito quem recebeu a primeira parcela em abril e teve o pagamento reavaliado em julho, decorrente de atualizações de dados governamentais. 

Quem recebe nesta quarta-feira e o que será pago?

  • Será paga a quarta parcela para beneficiários nascidos em julho e que receberam a primeira parcela em abril;
  • Quem nasceu em julho e recebeu a primeira parcela em maio, vai ter depositada a terceira parcela;
  • Os aniversariantes de julho que receberam a primeira parcela em junho e até 4 de julho vão ter o crédito da segunda parcela;
  • Novos aprovados que tenham se cadastrado entre 17 de junho e 2 de julho recebem a primeira parcela;
  • 98 mil novos aprovados que pediram a contestação por meio da plataforma digital entre os dias 24 de abril e 19 de julho de 2020 ou tiveram o pagamento reavaliado em julho;


Calendário de pagamentos e saques do Ciclo 1

Nascidos em Quantos recebem Dia do crédito em conta Dia para saques em dinheiro e transferências
janeiro 3,8 milhões de pessoas 22 de julho 25 de julho
fevereiro 3,5 milhões de pessoas 24 de julho 01 de agosto
março 3,9 milhões de pessoas 29 de julho 01 de agosto
abril 3,8 milhões de pessoas 31 de julho 08 de agosto
maio 4,4 milhões de pessoas 05 de agosto 13 de agosto
junho 3,9 milhões de pessoas 07 de agosto 22 de agosto
julho 3,9 milhões de pessoas 12 de agosto 27 de agosto
agosto 4,0 milhões de pessoas 14 de agosto 1º de setembro
setembro 4,0 milhões de pessoas 17 de agosto 05 de setembro
outubro 3,9 milhões de pessoas 19 de agosto 12 de setembro
novembro 3,7 milhões de pessoas 21 de agosto 12 de setembro
dezembro 3,8 milhões de pessoas 26 de agosto 17 de setembro

Fonte: Caixa Econômica Federal 

Teve a Conta Social Digital bloqueada? Veja o que fazer

Os beneficiários do auxílio emergencial que tiveram contas bloqueadas podem realizar o desbloqueio pelo próprio aplicativo Caixa Tem. Para isso, basta seguir as orientações do aplicativo para enviar a documentação. O processo é digital e o desbloqueio ocorre em até 24 horas.

Os usuários que tiveram as contas bloqueadas por suspeita de fraude serão informados no aplicativo que devem procurar uma agência da Caixa para o desbloqueio, de acordo com o calendário abaixo. 

Nascidos em junho e julho podem fazer o desbloqueio nas agências entre 3 e 7 de agosto; os aniversariantes de agosto, setembro e outubro devem procurar uma agência da Caixa para efetuar o desbloqueio entre 10 e 14 de agosto, e os nascidos em novembro e dezembro só pode desbloquear as conta digitais entre os dias 17 e 21 deste mês.

Beneficiários do Bolsa Família

Os 19,2 milhão de beneficiários do Bolsa Família vão poder sacar a quinta parcela do auxílio a partir de 18 de agosto.

O calendário de pagamentos do auxílio para quem tem Bolsa Família segue a ordem do dígito final do número do NIS, habitual do programa, sempre nos dez últimos dias do mês.

Com isso, a quinta e última parcela do auxílio emergencial - previsto inicialmente para durar três meses - vai ser paga até 31 de agosto.