Televisão

'A Fazenda': Record confirma caso de racismo e demite funcionário

Correio Brasiliense | 06/11/19 - 12h12
Reprodução Play Plus

Em comunicado enviado, na manhã desta quarta-feira (6/11), a Record TV anunciou que demitiu um operador de câmera do reality 'A Fazenda' após um comentário racista no programa. A participante Sabrina Paiva havia reclamado, no dia anterior, que ouvi a fala vindo de trás de um dos vidros da sede, onde geralmente ficam cinegrafistas e outros profissionais.

"Eu acho que aquilo foi para mim...Eu era a única que estava em pé. Na hora em que eu fui tomar água, estava todo mundo sentado, aí eu ouvi 'senta aí, macaco' e um palavrão", comentou a participante. 

De acordo com a emissora, ao fim do programa, a produtora que presta serviços à Record e é a contratante do funcionário identificou o operador de câmera como ofensor. “Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente”, diz. O, agora, ex-funcionário não teve o nome divulgado.

A emissora também diz que repudia veementemente esta atitude e qualquer tipo de preconceito. “Como se trata de ofensa racial, será informado à participante Sabrina Paiva que a ela será dado o direito de fazer a representação legal ao ofensor, se assim quiser e no momento que desejar”, diz.